SIC

Perfil

De segunda a sábado

Resumo: 9º Episódio - 21 de setembro (quarta-feira)

Lobo dá um tiro em Afonso; Francisca e Manel envolvem-se

(c).RuiCarlosMateus.1954

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA.

Clara caminha pelo cemitério a chorar. Vai até à campa da mãe e chora, perdida, com saudades.

Eduardo repreende Daniela e Marta, uma vez mais, por se encontrarem com Clara e Afonso. Adverte-as de que os irmãos andam metidos com pessoas perigosas.

Na garagem do condomínio, Clara encontra-se com as irmãs mais novas e explica que terão de se ausentar de Lisboa por uns tempos. As jovens ficam preocupadas mas Afonso garante que vão manter contato. Clara avisa-as para não confiarem em Ricardo nem em ninguém que as procure. Depois das miúdas irem, Clara e Afonso são surpreendidos por Cruz e Roger que os cercam.

Eduardo aproveita um momento a sós com Francisca para namorarem. Esta tenta esquivar-se mas não há como fugir.

Manel, abatido, desabafa com Sebastião o fim do seu namoro com Clara. Acha que esta o deixou por outro. Relata que as coisas foram ficando estranhas e que Clara ainda ficou pior depois do assalto. Sebastião percebe então que Clara é a sobrinha de Pilar.

Clara e Afonso são levados para o armazém de Lobo. Este soube que iam fugir e quando Clara agarra no irmão para irem embora, Lobo dispara sobre Afonso para os assustar. Desesperada, ao ver o irmão ferido, Clara assente em trabalhar para ele.

Seis meses depois, Clara trabalha num quiosque de um jardim e Afonso aparece a dizer-lhe que ficou sem computador. Promete ao irmão que comprarão um novo e este alerta-a de que Garcia está estacionado, a vigiá-la. Clara foi chamada por Lobo para fazer mais um trabalho sujo.

No ginásio, Tomané tenta convencer Manel a participar nas festas do bairro. Cruzam-se com Francisca que fixa os olhos em Manel, deixando-o atrapalhado. Eduardo liga, nesse momento, para a mulher a tentar marcar uma noite com esta num hotel mas Francisca inventa que está de banco no hospital para não ir.

Na oficina de azulejos, Armando vai pintando quando Lucas se vira e dá uma cotovelada numa pilha de azulejos. Tenta remediar o prejuízo e é Joel quem o ajuda. Vem pedir trabalho para o seu filho Nuno, que continua desempregado. Lucas toma um comprimido de efedrina e Armando repara.

Dolores encontra Bárbara a arranjar as unhas com Gisela. Inconveniente, como sempre, faz comentários à presença da chefe ali e ainda pede no fim a Gisela que lhe arranje também as unhas, de borla.

Preciosa queixa-se a Liliana de não ter dinheiro para pagar o quarto e sente-se mal pois já deve meses anteriores a vários amigos. A última coisa que quer é voltar para Cerveira para casa dos pais. Liliana aconselha-a a procurar trabalho noutra coisa que não seja o design. Preciosa relembra a amiga que deve fazer a inscrição nos noivos de Santo António. Ao tentar percebem que as inscrições já estão fechadas e Lili fica aflita pois já não há vagas.

Na sede da PJ, Sebastião sugere a Pilar que ocupe o lugar de coordenadora a substituir Carlos mas esta não tem coragem de o fazer. Frustrado, Manel queixa-se de não terem qualquer pista sobre o assalto que gerou a morte de Carlos. Quando Pilar o aconselha a manter-se afastado das investigações, Manel ameaça que sai da PJ.

Teresa parte o pé e nem Vicente nem Francisca querem recebê-la em sua casa para ter os cuidados necessários.

Lobo pede a Clara que faça um último trabalho para se ver livre da dívida que tem. Só tem de distinguir as jóias originais das falsas de uma exposição de jóias da Coroa Portuguesa. Esta recusa-se e sai do armazém.

Gisela improvisa um salão de cabeleireiro na cozinha de Dolores e recebe Preciosa que precisa de arranjar o cabelo para uma entrevista, no dia seguinte. Desastrada, Gisela molha a cliente e deixa-a em soutien. Nelson entra sem bater e fica boquiaberto.

Bárbara fica em choque ao saber que a irmã anda a sair com Quim, o segurança de um dos supermercados que coordena.

Diana discute com Ricardo porque este não tem paciência para ouvir os seus queixumes. Este deixa-a a falar sozinha. Em sua casa, Jorge e Andreia continuam a discutir e estão cada vez mais afastados como casal.

Na pensão barata onde moram, Clara dá dinheiro a Afonso para que este compre um computador portátil. Este sente-se mal mas Clara insiste para que o irmão não deixe de estudar.

Vicente pede a Eduardo que receba a sogra em sua casa e este confessa ao cunhado que Francisca está cada vez mais distante dele e não tem coragem para lhe pedir isso. Nesse momento, Francisca chega a casa de Manel e beijam-se apaixonados, revelando que estão envolvidos.

nas redes

pesquisar