SIC

Perfil

De segunda a sábado

Resumo: 7º Episódio - 19 de setembro (segunda-feira)

Pilar descobre que Afonso, Clara e Ricardo participaram no assalto do museu; Manel descobre que Clara lhe mentiu

Paulo Goulart Photography

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA.

Clara está quase a contar a verdade a Pilar quando Ricardo aparece, a mando de Lobo, para garantir que esta não abre a boca. Pilar distrai-se com a presença do filho e pede a Clara que espere. A sós com a prima, Ricardo avisa-a de que Lobo mata Afonso se esta abrir a boca. Sebastião e Pilar interrompem os primos e Clara acompanha Sebastião para prestar declarações.

Depois de ver Clara ir embora, Ricardo responde evasivamente à mãe, sem adiantar muito do que anda a fazer e nega saber alguma coisa sobre Afonso. Acaba mesmo por ir embora dizendo para que o esqueçam.

Sebastião interroga Clara que está, estranhamente, nervosa. Diz tudo o que pode dizer mas não aguenta a pressão e desata a chorar. Sebastião entrega-lhe o seu cartão para o caso de se lembrar de mais alguma coisa.

Manel, zangado, comenta com a família que a chefe não o deixa participar na investigação. Alex revolta-se com isso e Manel garante que não vai ficar de braços cruzados.

No hostel, Francisca desabafa com Alice que está feliz por Clara e Afonso terem saído de casa, sem hipótese de voltarem. Alice assusta-se com o azedume da amiga.

Clara chega ao armazém de Lobo e abraça Afonso. Garante a todos que não abriu a boca. Para garantir que a dívida será paga, Lobo ameaça os dois irmãos de enviar o vídeo dos dois a participarem no assalto e dá-lhes até ao dia seguinte para pagarem. Também pressiona Clara a afastar-se de Manel e Afonso, revoltado, revela que Ricardo é filho de uma inspetora também. Lobo fica surpreso e depois de deixar Clara e Afonso saírem, manda os seus capangas espancarem Ricardo.

Nuno, o filho de Joel chega da Alemanha e conta ao pai que se divorciou e que as coisas não estão nada fáceis para ele. Este alega que não consegue arranjar trabalho, o que deixa o pai apreensivo pois não ganha o suficiente para sustentar ambos.

Gisela conta a Dolores o pedido de casamento falhado de Liliana e esta afirma que Tomané era um bom partido para a sobrinha. Até o convida para jantar para os aproximar.

Afonso e Clara pedem dinheiro a Teresa mas esta também não tem como ajudá-los.

Pilar adverte, novamente, Manel para se afastar do caso quando este quer ver os resultados da balística. Pilar tem na mão uma pen com as imagens de vídeo segurança da loja em frente ao museu. Manel quer ver mas Pilar manda-o para casa. Este sai com Sebastião. Quando fica sozinha, Pilar aciona o player do vídeo e vai puxando para a frente até que reconhece Afonso, Clara e Ricardo. Fica em choque ao ver o próprio filho a disparar contra Carlos.

Ricardo consegue convencer Lobo de que não é nenhum agente infiltrado e garante que não tem contato nenhum com a mãe. Este assente e negoceia a entrega das peças roubadas.

Pilar substitui a pen por outra vazia e quando Manel pede para ver o conteúdo não encontra nada. Frustrado, Manel não sabe o que fazer mais. Depois dos colegas saírem, Pilar guarda a pen na sua carteira enquanto tenta controlar as lágrimas.

Para arranjar dinheiro depressa, Clara tenta vender a sua parte da fábrica de azulejos a Vicente. No entanto, por Clara não explicar para que é que precisa do dinheiro com tanta urgência, Vicente recusa-se a ajudar os sobrinhos.

Ao jantar, em casa de Dolores, Gisela olha para Tomané e insinua-se a ele. Miranda fica irritada quando Gisela informa todos que está mesmo para ficar.

No hostel, Liliana conversa com Preciosa quando Tomané chega. Acabam a discutir e esta devolve-lhe o anel.

Jorge e Andreia discutem constantemente e Diana reage, nervosa. Acusa a mãe de só ver o trabalho à frente.

Clara encontra-se com Manel que está desiludido com ela por esta ter faltado ao velório do pai. Manel está de rastos e Clara não suporta vê-lo assim pois sente cada vez mais culpa.

Pilar comenta com Vicente que esteve com Ricardo e a sua atitude de desprezo perante o filho, deixa o marido desconfiado. Pilar dá mesmo a entender que é melhor esquecerem que Ricardo existe.

Vicente alerta Eduardo para a tentativa de Clara lhe vender a sua parte da fábrica. Preocupado, Eduardo decide também acabar com as mesadas dos filhos. Para piorar as coisas,, Clara recebe a má notícia que terá de arranjar outro estágio porque, depois do assalto, a exposição foi cancelada.

Manel vê Clara a sair do museu e a entrar no carro de Lobo. Esta está a entregar-lhe algum dinheiro para ganhar tempo. Furioso, Lobo ordena-lhe que faça a entrega das peças roubadas. Manel reconhece Lobo da festa em que conheceu Clara e liga-lhe. Esta atende e mente-lhe dizendo que está a ir a casa da avó, deixando-o desiludido.

Quando Clara se prepara para fazer a entrega, Manel surpreende-a. Seguiu-a e quer saber o que se está a passar.

nas redes

pesquisar