SIC

Perfil

De Segunda a Sexta

Resumos de 9 a 15 de Janeiro

Madalena continua muito perturbada e não consegue parar de chorar. Alice pensa que provocou a situação quando falou de Paulo, ignorando que a tristeza da mãe resulta dos traumas que sofreu às mãos de Tomás. Madalena acaba por aceitar de novo a ajuda de Dina e marca nova consulta no psicólogo.

Pedro despede-se de Paulo com emoção e parte ao encontro de Leonor. Afonso passou a noite no carro e segue Pedro para o aeroporto, jurando que não mais o largará.

Constantino está a pentear-se com grande empenho e é alvo de troça de Vasco, que chega à oficina sem que ele perceba.

Rita aconselha Tiago a trazer de novo Bruno para lanchar, tentando que Inês se habitue ao irmão. Tiago acolhe a sugestão sensibilizado e abraça Rita.

Vasco telefona a Ruben, confirmando que o carro roubado que transformou está pronto, e sorri porque está prestes a ganhar mais dinheiro fácil.

Bento reage mal ao saber que tem um problema que impede Dina de engravidar e foge do consultório. O médico diz a Dina que deve ser persistente no apoio a Bento e convencê-lo a fazer o tratamento quanto antes.

Maria da Luz faz ciúmes a Carla mostrando o relógio que Vasco lhe ofereceu.

Constantino, apesar de ter o cabelo muito curto, vai ao salão para que Sofia lhe faça um novo penteado. Contrariada, Sofia despacha a tarefa em três tempos e ainda lhe cobra dez euros. Constantino vai embora triste e desiludido e ainda apanha um raspanete de Vasco por se ter demorado a regressar à oficina.

Rosa, ainda que contrariada, vai atender Emília em casa. Guilherme fica petrificado ao ver Rosa à porta do prédio e tenta sem êxito, impedi-la de subir.

Elisabete reclama com Emília que não lhe paga o ordenado há algum tempo. Emília mostra-se ofendida, chamando vermelha e sindicalista à empregada.

Joana perturba Vera perguntando-lhe se dormiu com Samuel.

Tomás pede a Francisco para pôr o detective Monteiro no encalço de Leonor, exigindo saber quem facilitou a fuga da filha. Humberto ouve a conversa escondido e, muito preocupado, telefona a Teresa. O mordomo quer combinar a versão que vai contar sobre o desaparecimento de Leonor, quando for interrogado.

Teresa atende a chamada de Humberto no atelier, despertando a atenção de Gonçalo, que estranha a falta de concentração da engenheira durante a reunião de trabalho.

Guilherme desespera porque Rosa nunca mais sai da sua casa. A cabeleireira também fica nervosa quando Emília começa a fazer perguntas sobre a sua família, em particular sobre o marido. Rosa disfarça como pode mas não escapa ao convite para almoçar.

Rosa evita as perguntas de Emília e quando sai da casa da cliente indesejável, confronta-se com Guilherme que, ansioso à porta do seu próprio prédio, desespera por saber como correu o encontro entre a amante e a mulher.

Artur, encurralado pelo insucesso no negócio das roupas, aceita a ajuda de Vasco para falsificar etiquetas, de modo a escoar o produto.

Constantino está triste pelo tratamento que Sofia lhe deu no salão. Jorge apoia o amigo, dizendo, ao mesmo tempo, que reparou nos elogios que Alice lhe deu ao cabelo.

Madalena percebe tristeza de Dina quando a amiga regressa ao café sem Bento, depois da consulta de fertilidade.

Bento pensa na vida e escolhe as escarpas que travam a força do mar.

Moreira interroga Humberto sobre o desaparecimento de Leonor e prossegue a investigação surpreendendo Teresa no atelier. A amiga de Leonor não dá informações quanto ao seu paradeiro e, ofendida, vai questionar Tomás, forçando a entrada no gabinete do banqueiro. Teresa tenta explicar que Afonso está a perseguir Leonor, mas Tomás recusa-se a encarar a verdade.

Leonor desencontra-se de Pedro, saindo de casa de Bárbara que foi tratar dos pormenores da sua próxima exposição.

Sem progressos na investigação para descobrir Leonor, Tomás diz a Francisco que é urgente localizar Pedro.

Conceição chora no quarto ao ver uma fotografia de Pedro. Amargurada, regressa ao trabalho no minimercado e quase apanha Artur a mexer numa caixa com roupa. Artur disfarça o que está a fazer e escapa-se para o café ao encontro de Vasco, para consumar mais uma vigarice.

Paulo trava conhecimento com Joana por acaso e combina ir assistir à sua actuação no Real Café. Apesar da sua fixação em Madalena, Paulo começa a ver em Joana uma possível namorada.

Afonso descobre Pedro e Leonor em Berna e tenta matá-los usando uma pistola com silenciador. Depois de uma louca perseguição, Pedro luta com Afonso atirando-o ao rio.

Alice elogia Jorge pelo penteado que Sofia lhe fez. A madeixa de Jorge começa a fazer sucesso no bairro.

Tomás, furioso sem notícias de Leonor, critica o silêncio de Teresa e diz a Francisco que é urgente descobrir o rasto de Pedro, acreditando que esse é o caminho para descobrir a filha.

Barbara liga a Teresa e conta que Leonor foi embora sem dizer para onde. Teresa desabafa com Gonçalo.

Paulo e Conceição falam sobre Pedro no minimercado e, por pouco, não são apanhados por Sofia que estranha que o amigo não esteja fora, a participar num campeonato de remo.

Depois de derrotado por Pedro, Afonso vai a casa de Bárbara e tenta manipulá-la, dizendo que está à procura de Leonor, porque a mulher enfrenta problemas mentais.

Tomás, desesperado pelo desaparecimento da filha, comenta com o mordomo que Afonso pode já ter encontrado Leonor. Humberto ouve com preocupação o desabafo do patrão.

Afonso tenta a todo o custo enganar Bárbara para saber onde está Leonor. Por essa altura, Pedro e Leonor escondem-se num hotel de Berna onde fazem amor, celebrando o seu reencontro.

Tomás, devastado pela ausência da filha, segura nas mãos uma fotografia de Leonor, arrependido do mal que lhe causou.

Maria da Luz quer saber como vive o pai, mas Rosa não lhe dá troco sobre o que viu na casa de Emília. Luz desespera por ficar sem saber se Guilherme tem uma vida luxuosa.

Samuel aparece de surpresa em casa de Vera e deixa-a constrangida perante Joana.

Bento preocupa Dina com a sua ausência e quando regressa ao café pede-lhe o divórcio, pois não quer prendê-la ao casamento sem lhe poder dar filhos. Dina tenta demover o marido mas acabam por discutir.

Afonso regressa a casa de Bárbara e tenta manipulá-la para saber o paradeiro de Leonor. Barbara espera que ele saia e liga a Teresa para pedir conselho sobre o que fazer. Teresa diz a Barbara para continuar calada, mas acaba por refugiar-se em casa de Gonçalo. Apesar das diferenças profissionais, jantam com grande cumplicidade, unidos pela preocupação por amigos comuns.

Emília e Guilherme perturbam Tomás fazendo-lhe uma visita e ficam incrédulos por saberem do desaparecimento de Leonor e Afonso.

Leonor fica chocada quando Pedro lhe conta que Tomás foi o grande responsável pela destruição das suas vidas e, num primeiro impulso, só pensa em denunciar o pai às autoridades.

Artur tenta reaproximar-se de Conceição, mas os seus argumentos são fracos para convencer a mulher de que se transformou numa pessoa honesta. Consegue, apesar da mágoa, amolecer-lhe o coração, servindo-lhe o pequeno-almoço na manhã seguinte e oferecendo-se para tomar conta do minimercado durante a manhã.

Conceição enaltece as qualidades de Constantino mas Sofia está cega e troça do mecânico. 

Alice fica entusiasmada por que vai dormir em casa de Conceição e assim pode rever Jorge, por quem tem um sentimento especial.

Ruben paga a Vasco pela falsificação de mais um carro roubado. Jorge aparece de surpresa e mostra interesse na “bomba” deixando o bandido incomodado.

Rosa desconfia das prendas caras que Vasco anda a oferecer e Luz, na defesa do namorado, ofende a mãe dizendo que quem tem telhados de vidro não deve atirar pedras aos do vizinho.

Ruben intimida Vasco, ao dizer que não gostou da interferência de Jorge quando estavam a concluir o negócio de falsificação do carro roubado.

Dina tenta fazer com que Bento desista da ideia de pedir o divórcio.

Luz provoca Carla exibindo o relógio que Vasco lhe ofereceu, frisando que ele é o seu namorado. Carla dá a outra face e convida Luz para experimentar as suas aulas de dança, que estão prestes a começar. Sofia não tem tanta paciência para as embirrações de Maria da Luz e faz-lhe frente. Só não chegam a bater-se porque Rosa as separa.

Vera desconfia da cumplicidade entre Gonçalo e Teresa, pois ignora que ambos partilham a preocupação comum sobre a situação de Pedro e Leonor.

Pedro e Leonor planeiam o futuro e ponderam fugir de Berna, temendo que Afonso os descubra. Leonor lembra-se entretanto de ligar a Bárbara para dizer à amiga que está bem.

Tomás desespera sem notícias de Leonor mas Francisco anima-o dizendo que o banco planeia uma campanha para melhorar a sua imagem junto da opinião pública, e atenuar o escândalo de assédio sexual que protagonizou.

Vasco vai ao salão convidar Luz para almoçar. Ela aproveita para o beijar ostensivamente, fazendo ciúmes a Carla.

Emília desespera com a falta de romantismo de Guilherme, mas apesar de tudo faz um esforço para manter um casamento que está morto.

No Real Café, Vasco aguenta as resmunguices de Luz por não a ter defendido na briga com Sofia e tenta arrastá-la para a oficina vazia.

Artur é apanhado por Conceição a vender t-shirts no minimercado. Conceição na poupa críticas ao marido e, insensível aos seus argumentos, manda-o vender para a feira da ladra.

Carla surpreende Vasco a beijar Luz no café de Bento. Recompõe-se da desilusão e, mesmo assim, vai entregar panfletos de propaganda às suas aulas de dança na mesa do casal.

Gonçalo e Teresa despedem-se depois de concluírem o projecto em que estavam a trabalhar, denunciando por momentos uma cumplicidade em que Vera repara. No entanto, Gonçalo acaba por afastar Teresa de projectos imediatos. Vera fica baralhada.

Afonso prossegue nas suas encenações, tentando convencer Barbara que Leonor padece mesmo de uma doença mental. Alex chega entretanto e Barbara convida-o para almoçar, transtornando os planos manipuladores de Afonso.

Tomás manda Francisco montar de novo vigilância à família de Pedro na esperança de o encontrar junto de Leonor.

Bruno quer desistir do lanche em casa de Tiago e Rita, temendo ser maltratado por Inês.

Gonçalo quer saber se Vera já arranjou um novo engenheiro para o projecto do museu, depois de ter decidido dispensar a engenheira Teresa, mesmo no final do projecto. Vera que acha uma parvoíce, Gonçalo implicar com Teresa, recusa-se a cumprir a ordem. Gonçalo reconhece que a engenheira é boa tecnicamente mas pessoalmente considera-a insuportável e, por isso, está determinado em não a deixar voltar.

Teresa conta a Humberto o que sabe sobre o reencontro de Leonor com Pedro e ambos temem que Afonso acabe por os encontrar. Tomás apercebe-se da conversa mas Teresa tenta disfarçar. Tomás volta a lamentar que ela não diga o que sabe sobre o paradeiro de Leonor e recusa-se a aceitar que o genro seja um criminoso.

Em Berna, cientes que mais tarde ou mais cedo, Afonso vai encontrá-los, Leonor e Pedro preparam a fuga. Afonso encontra-se com Alex e Barbara e finge-se muito abalado pela perda de Leonor. Quando Afonso se vai embora, Barbara conta a Alex que Leonor está em Berna com o Pedro que afinal está vivo. Alex fica sem palavras. Bárbara confessa que depois de ver Afonso e, apesar de Teresa lhe ter dito que ele estava a drogar a amiga e que andava armado, sente-se dividida sem saber o que pensar, nem o que fazer.

Constantino lamenta a falta de trabalho na oficina porque Vasco agora só recebe carros topo de gama e não deixa o empregado mexer neles. Vasco fica zangado e obriga-o a não comentar com ninguém a existência dos carros. No entanto, à mesa, Constantino descai-se com a história dos carros que Vasco anda a arranjar e Conceição desconfia.

Depois de ter faltado, Madalena tem novamente consulta marcada para o psicólogo.

Já sem a banda, Joana dá um concerto no bar de Dina. Paulo vai assistir ao concerto e troca olhares cúmplices com Joana que não passam despercebidos a Madalena que, no entanto, age como se nada fosse, cumprimentando e servindo Paulo. A meio do concerto, com a casa cheia e depois de se ter revelado desatento aos pedidos dos clientes, Bento sai do bar e desaparece. 

Vera comenta com a amiga que se está a sentir pressionada por Samuel.

Sofia volta a trabalhar no cabeleireiro de Rosa e o dia corre-lhe bem ao fazer um corte num cliente freek que fica muito satisfeito. Maria da Luz é que continua a não querer nem Sofia, nem Carla no salão.

Bruno vai jantar a casa do pai. Inês não sai do quarto para cumprimentar o meio-irmão e este apercebe-se que ela não o quer lá, apesar de Tiago e Rita tentarem disfarçar. Ao jantar, quando o pai tenta comparar gostos comuns entre os dois irmãos, Inês vai buscar o desenho que fez em que retrata a família, apenas com ela e com os pais. A situação torna-se embaraçosa e Tiago chama a atenção de Inês, lembrando que Bruno também faz parte da família. Quando se preparam para a sobremesa, Tiago recebe uma chamada do hospital, dando conta que a mãe de Bruno deu entrada nas urgências. Cristina pede a Tiago para lhe prometer que vai tomar conta de Bruno e que nada lhe acontecerá.

Bruno está impaciente porque quer saber notícias da mãe que foi hospitalizada de urgência e pede a Rita para voltar a tentar falar com Tiago que já se encontra no hospital. Quando Tiago chega a casa, Bruno está a dormir no sofá e ele prefere não o acordar mas comenta com Rita a gravidade da situação. Cristina pediu para se despedir do filho porque sabe que não vai voltar a casa.

Quando termina o concerto no bar de Dina, Joana recebe uma proposta para trabalhar noutro bar e vai para casa de Paulo comemorar. Os dois acabam por se deixarem envolver numa noite de amor mas, Paulo que continua a pensar em Madalena, não está muito certo sobre o que se passou.

Pedro e Leonor continuam juntos em Berna, lembrando tudo aquilo que sofreram, o apoio que tiveram dos amigos e a forma como as famílias agiram.

Afonso vai a casa de Barbara despedir-se e mostra-se preocupado por causa da saúde de Leonor. A amiga acaba por confessar que sabe onde está Leonor.

Tomás está impaciente sem saber notícias nem de Moreira, nem de Afonso que opta por não atender os telefonemas do genro. O banqueiro pondera mesmo revelar o desaparecimento da filha à imprensa.

Depois de ter dispensado Teresa e de Vera se ter recusado a ajudá-lo, Gonçalo continua à procura de um engenheiro para finalizar o projecto do museu.

Bento que ficou a saber que por sua causa não pode ter filhos, acha que mais tarde ou mais cedo Dina lhe vai atirar isso à cara e quer divorciar-se. Dina não entende a reacção e pede-lhe para pensar também na vontade dela. Dina confessa que só se sente feliz ao lado dele que podem viver sem ter filhos ou fazer os tratamentos que o médico recomendou mas, Bento parece irredutível e infeliz por não conseguir fazer com que Dina concretize o seu sonho de ter um filho.

Madalena vai ao psicólogo e em lágrimas acaba por explicar como foi abusada quando era secretária no banco. Madalena lembra que chegou a contar o que se passava ao seu melhor amigo Pedro mas que este morreu nesse mesmo dia. O médico fica satisfeito com a prestação de Madalena porque acredita que ela aos poucos vai conseguir superar as barreiras que tem na sua vida.

Quando se preparam para sair do hotel, Leonor recebe uma chamada de Barbara que se encontra na recepção e que lhe pede para que desça para conversarem. O que Leonor não sabe é que Barbara está acompanhada por Afonso que a pretexto de deixar as duas amigas conversarem a sós, entra no elevador e sobe até ao piso onde está Leonor. Quando as portas do elevador se abrem Afonso surpreende-a, agarra-a rapidamente e tapa-lhe a boca com clorofórmio.

Estranhando a demora de Leonor, Barbara volta a ligar para o quarto. Pedro que já estava com um mau pressentimento, fica furioso e aflito ao perceber que Barbara levou Afonso ao hotel. Pedro não consegue perceber como é que a amiga de Leonor foi tão ingénua ao ponto de acreditar em Afonso e, desesperado, vai procurar Leonor.

Tiago leva Bruno a visitar a mãe no hospital.

Barbara ingénua, deixa-se enganar por Afonso e leva-o ao hotel onde Leonor está com Pedro. Quando Leonor pensa que vai encontrar-se no bar com a amiga, Afonso domina-a e acaba por raptá-la.

Madalena tem uma consulta penosa no psicólogo, mas depois do impacto que sofre a falar sobre os seus traumas, reconhece que deve continuar a tratar-se com Mário. Dina apoia a amiga e oferece-se para continuar a pagar as consultas.

Pedro fica em estado de choque quando Barbara confessa que conduziu Afonso até Leonor. Começa então uma busca incessante para a encontrar, mas sem êxito. Barbara, pede a ajuda de Alex para tentar descobrir o paradeiro de Leonor, mas é tarde demais. Afonso informa Tomás que tem Leonor em seu poder e fá-la regressar num jacto privado amarrada por um colete-de-forças.

Tiago leva Bruno ao hospital para visitar Cristina. Bruno percebe que o estado da mãe é grave e os dois protagonizam um reencontro comovente, que ao mesmo tempo parece uma despedida. Tiago pede a Gonçalo que o substitua no treino de basquetebol e tira o dia para estar com Bruno, tentando amenizar a sua tristeza.

Bento insiste que quer divorciar-se, mas Dina recusa-se a aceitar a ideia, argumentando que o facto de não conseguirem ter filhos não fez com que o amor que sente por ele acabasse. Dina está determinada a iniciar com o marido os tratamentos para conseguir engravidar. José critica Bento, percebendo que o filho continua com um relacionamento difícil com Dina.

Horácio, alheio aos problemas dos outros, só pensa em petiscar e nas aulas de dança que a neta Carla vai iniciar.

Maria da Luz embirra com Carla que canta, animada com as aulas de dança que vai começar a dar. Rosa também está contente por ter convidado Guilherme para seu par. Sofia faz ciúmes a Luz, comentando que até Vasco já foi dançar com Carla.

Emília está deprimida porque não foi convidada para uma festa. Para esquecer essa desfeita diz a Guilherme que quer ir jantar fora, estragando-lhe os planos de ir dançar com Rosa. Não conseguindo livrar-se de Emília, Guilherme vai ao salão dizer a Rosa que tem de ir jantar com Emília. Rosa fica furiosa e encosta-o à parede, jurando que se não cumprir o que prometeu, está tudo acabado entre eles.

Vasco leva as roupas que Artur não conseguiu vender, para iniciar a falsificação dos artigos. Artur teme que Conceição descubra mais uma vigarice e fica sem pinga de sangue quando a mulher, acompanhada de Maria da Luz, exige que Vasco explique onde passou a tarde. Vasco é salvo por pouco, ao aceitar o convite de Luz para um jantar romântico. Artur também respira de alívio por não ter sido descoberto por Conceição.

Rita, preocupada com os problemas domésticos que atravessa com Tiago, falha no trabalho do banco e é repreendida por Francisco.

Teresa e Humberto vêem justificados os seus receios quando Barbara telefona a contar que Afonso raptou Leonor.

Luz troça das roupas que Rosa quer levar vestidas para a aula de dança.

Alice convida Dina para um recital onde vai cantar. Jorge chega entretanto da escola e também é convidado. Dina oferece um bolo a cada uma das crianças. Alice e Jorge deliciam-se e estão cada vez mais próximos. Bento observa-os à distância com um olhar triste.

Leonor é internada numa clínica psiquiátrica mas dá luta para se libertar. Leonor acusa Tomás de lhe destruir a vida quando pagou para simular a morte de Pedro. Transtornada por perceber que a querem afastar outra vez do homem que ama, condena o por pai por este estar ao lado de Afonso. Os enfermeiros conseguem tranquilizar Leonor dando-lhe sedativos. Afonso mente ao médico que a vai acompanhar, certificando-se que Leonor vai passar muito tempo na clínica.

Pedro não perdoa a Barbara ter traído a sua confiança e a de Leonor e vinca que agora é tarde para pedir desculpa.

Afonso manipula o médico que acompanha Leonor, pedindo para visitar a mulher na clínica psiquiátrica, sem restrições. Tomás confronta Afonso com as acusações de Teresa, mas Afonso consegue desmenti-las e convence o sogro de que nunca drogou Leonor. Combinam ambos guardar segredo sobre o paradeiro de Leonor, evitando assim que Pedro volte aproximar-se dela.

Humberto e Teresa esperam nervosos que Tomás regresse a casa na expectativa de saberem o que sucedeu a Leonor.

Avisada por Paulo da situação que Pedro está a viver, Conceição tem o impulso de ir pedir satisfações a Tomás. Paulo consegue demovê-la das suas intenções vincando que Tomás pode prejudicar Pedro ainda mais.

Eva responde mal a Gonçalo depois de se terem envolvido.

Teresa tem uma discussão violenta com Afonso depois de saber que este internou Leonor. Tomás sai em defesa de Afonso e Teresa perde as estribeiras pondo em causa o amor do banqueiro pela filha. Tomás avisa Humberto que Teresa está proibida de voltar a entrar na sua casa.

Artur acha que Pedro está de novo na mira de Tomás Bettencourt por ter-se reaproximado de Leonor. Conceição explode de raiva e culpa Artur pela situação delicada que Pedro está a passar.

Pedro regressa a Lisboa na companhia de Alex, determinado em encontrar Leonor. Barbara oferece-se para os acompanhar mas Pedro não perdoa a traição que ela cometeu, dizendo com ironia que Barbara já ajudou bastante.

Rosa desespera porque Guilherme nunca mais aparece para levá-la a dançar e Maria da Luz impacienta-se porque a mãe nunca mais sai de casa para que ela fique a sós com Vasco. Guilherme finge-se doente e diz que tem de ir para o hospital, obrigando Emília a desistir de ir jantar fora.

Horácio abusa dos petiscos e José apressa-se a avisar o amigo que demasiado queijo lhe pode fazer mal. Horácio resmunga com o conselho.

Jorge recomenda a Constantino que deve ter um discurso mais moderno para conquistar o coração de Sofia. Constantino põe em pratica a teoria do amigo e dá-se mal pois Sofia pergunta se ele mergulhou na parvoíce.

Guilherme chega finalmente a casa de Rosa a tempo de participarem na aula de dança de Carla. Luz e Vasco ficam a sós, beijando-se com sofreguidão. Acabam mesmo por fazer amor na sala.

Humberto tenta saber, discretamente, onde está Leonor mas Tomás e Afonso mantêm o segredo.

Artur acha que Pedro está de novo na mira de Tomás Bettencourt por ter-se reaproximado de Leonor. Conceição explode de raiva e culpa Artur pela situação delicada que Pedro está a passar.

Pedro regressa a Lisboa na companhia de Alex, determinado em encontrar Leonor. Barbara oferece-se para os acompanhar mas Pedro não perdoa a traição que ela cometeu, dizendo com ironia que Barbara já ajudou bastante.

Rosa desespera porque Guilherme nunca mais aparece para levá-la a dançar e Maria da Luz impacienta-se porque a mãe nunca mais sai de casa para que ela fique a sós com Vasco. Guilherme finge-se doente e diz que tem de ir para o hospital, obrigando Emília a desistir de ir jantar fora.

Horácio abusa dos petiscos e José apressa-se a avisar o amigo que demasiado queijo lhe pode fazer mal. Horácio resmunga com o conselho.

Jorge recomenda a Constantino que deve ter um discurso mais moderno para conquistar o coração de Sofia. Constantino põe em pratica a teoria do amigo e dá-se mal pois Sofia pergunta se ele mergulhou na parvoíce.

Guilherme chega finalmente a casa de Rosa a tempo de participarem na aula de dança de Carla. Luz e Vasco ficam a sós, beijando-se com sofreguidão. Acabam mesmo por fazer amor na sala.

Humberto tenta saber, discretamente, onde está Leonor mas Tomás e Afonso mantêm o segredo.

Guilherme e Rosa formam o melhor par na aula de dança de Carla. Horácio faz o que pode para seduzir uma vizinha da sua idade.

A noite vai alta e Alice adormece numa das mesas do Real Café. Bento apercebe-se disso e diz a Madalena para levar a filha para casa. Dina elogia a atitude de Bento que reage com tristeza, respondendo que é muito bom a olhar pelos filhos dos outros.

Tiago confessa a Rita ter ficado impressionado com a visita de Bruno a Cristina no hospital. Nesse instante Inês é agressiva com Bruno gritando que não o quer no seu quarto. Tiago e Rita têm uma conversa com ambos e chamam Inês à razão, fazendo com que compreenda que Bruno só os tem a eles, uma vez que Cristina está a morrer.

Joana e Vera não têm disposição para trabalhar e decidem beber para descontrair. Acabam por falar das suas relações sentimentais, concordando que não têm grande futuro.

Madalena fica apreensiva quando Madalena lhe diz que precisa de comprar a roupa para o recital de canto.

Vasco garante a Luz que não a troca por mulher alguma, muito menos por Carla.

Emília espera que Guilherme regresse do hospital, intrigada com a gravidade da suposta indisposição.

Gonçalo está apreensivo pois não consegue encontrar um engenheiro que substitua Teresa nos projectos do atelier.

Teresa pensa ligar a Humberto para saber notícias de Leonor mas Paulo avisa que ela pode colocar o mordomo em risco.

Leonor tem um sono agitado na clínica e só desperta por breves instantes gritando o nome de Pedro.

Pedro entra em desespero e invade a casa de Tomás, exigindo saber onde está Leonor. O banqueiro concretiza a ameaça de chamar a polícia e Pedro quase o agride. Humberto interpõe-se entre os dois e, trocando um olhar cúmplice com Pedro, convence-o a sair. Afonso assiste à cena sem ter grande intervenção. Depois de Pedro se ter retirado, finge ter apreciado a intervenção pacificadora de Humberto. No entanto, quando o mordomo sai da sala, Afonso chama a atenção de Tomás, dizendo que Humberto pode colocá-los em perigo, pois ficou a saber que a morte de Pedro foi encenada. Tomás garante que Humberto é de confiança mas diz que vai certificar-se do seu silêncio. Afonso excede-se e sugere que é necessário matar Pedro. Tomás reage negativamente, dizendo que não é um assassino, mas concorda em pregar-lhe um susto.

Paulo fica preocupado quando Alex aparece sozinho sem Pedro, temendo que este tenha cometido alguma imprudência. Pedro regressa a casa muito enervado e os amigos tentam serená-lo.

Conceição é muito dura com Artur acusando-o de ser igual a Tomás Bettencourt, ao provocar a infelicidade de Pedro.

nas redes

pesquisar