SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

316º Episódio - 18 de setembro (sexta-feira)

ÚLTIMO EPISÓDIO

Daniel, ainda constrangido, almoça em casa dos pais de Eva, na condição de seu namorado. Henrique percebe e diz-lhe para não ficar atrapalhado, pois até está satisfeito que eles estejam juntos. Filipe elogia Mateus, que se transformou num grande pescador. O irmão começa a armar-se em bom e já pensa em criar um sistema informático para os barcos. O pai corta-lhe o entusiasmo e decreta que ele deve fazer apenas o que está a fazer bem. Madalena e Sebastião aparecem naquele instante e o escritor sugere a Henrique que vão provar a garrafa que trouxe consigo. Os dois seguem em amena cavaqueira com se fossem amigos de longa data. Mateus fica incomodado por Vitória dizer que não vai à procissão com eles porque já se comprometeu com um amigo. Sara e Filipe anunciam que vão ser pais, para delírio de Laurinda que saúda o facto de vir mais um neto a caminho.

Aurora desafia Tina para que vá consigo à procissão, que tem mais marinheiros para além do seu. Tina responde que está bem sozinha e continua a amanhar peixe. Por pouco tempo porque Joni regressa ao mercado por ter recuperado a pedra e Tina não perde tempo a confessar-lhe as saudades que sentiu e que está apaixonada. O peixeiro beija-a com sofreguidão, levando-a para a sua carrinha, onde entra aos tropeções para darem largas à paixão.

Rute e Messias, em lua-de-mel no barco de pesca, descobrem incrédulos dentro do saco que ele julga ser dele, a verdadeira fortuna que Patrícia tinha roubado a Frederico e que acabou por lhes ir parar às mãos. Sem saberem de quem é o dinheiro, Rute e Messias decidem ficar com ele e terem a vida que ela sempre desejou!

Cremilde visita Patrícia na prisão e deixa-a destroçada quando confirma que foi Kika quem lhe montou a armadilha que a levou à cadeia. Mesmo assim, a vilã tenta convencer-se de que foi Leonor quem influenciou a filha e a virou contra si mas a mãe acusa-a de ter cometido atrocidades inimagináveis e recusa-se a convencer Kika a visitá-la. Patrícia revela a sua natureza e grita que os odeia a todos. Cremilde assegura que esta foi a primeira e última vez que a visitou.

A caminho da cela, Patrícia é rodeada por um grupo de outras reclusas liderado por Olga que lhe diz que todas sabem quem ela é e o que fez. Patrícia percebe que está em maus lençóis mas só interioriza o que está prestes a acontecer quando vê Antónia, que lhe diz que já era tempo de ela chegar. Olga diz que é melhor que Antónia entre na sua cela, mas ela diz que quer assistir. Falando para Patrícia, diz-lhe que ali dentro cada uma tem o seu inferno e que o seu é conviver com a morte do filho e do marido, acusando-a de ainda ter tentado matar-lhe os netos. Patrícia tenta safar-se e jura que está inocente de tudo. Antónia responde séria que o inferno dela será ficar naquela cadeia com a mulher a quem matou o filho. O grupo de reclusas aperta o cerco e começa a espancar Patrícia com grande violência, sem que Antónia se mexa para a socorrer.

No rio já desfilam os barcos da procissão e Bento oferece a Cremilde uma flor que arranca de um mastro. Joni aninha Tina e Joana e Catarina dão as mãos, finalmente juntas. Hugo beija Kika e Messias e Rute festejam o seu recente enlace.

Unidos seguem Leonor e André e ela deita flores ao rio, lembrando que chegou a deitá-las para chorar a morte do pai e do filho. Leonor escolhe o momento para revelar a André que espera um filho seu. Ele fica incrédulo e quase rebenta de felicidade. André e Leonor selam o seu amor com um beijo, enquanto os barcos navegam no Sado.

*O final não foi totalmente revelado por opção editorial do canal.

nas redes

pesquisar