SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

288º episódio - 15 de agosto (sábado)

A guerra entre Gonçalo e Patrícia continua mas Kika já não se deixa enganar!

Rute espicaça Idalina durante o trabalho e fala do seu namoro com Messias mas ela quase não reage e diz mesmo que não quer saber com quem o filho se relaciona. Rute fica intrigada mas muda de assunto e comenta com Sílvia que está curiosa para saber quem é o filho desaparecido de Leonor. Idalina sente-se mal por causa da conversa e quase tomba desmaiada, valendo a reação pronta de Sílvia e Rute que conseguem ampará-la. As irmãs ficam muito preocupadas com o estado de Idalina, que consegue recuperar e se recusa a ir ao hospital.

João vai a casa de Júlia para perceber se Elsa está a contar a verdade quando diz que Daniel não a atacou e que as acusações que lhe fez não passaram de uma grande mentira. A rapariga reafirma que inventou tudo e que o polícia nunca lhe tocou. Júlia continua em negação, recusando-se a acreditar que a filha tenha inventado uma mentira tão odiosa. Elsa grita desesperada com Júlia e vai refugiar-se no quarto. O mestre insiste com Júlia que Elsa está agora a contar a verdade, inocentando Daniel.

Laurinda pede a Henrique para ir falar com ela e conta-lhe que teve uma discussão violenta com Mateus e que o filho saiu de casa. Laurinda explica que se viu forçada a facultar a André o material informático do filho para que ele e Diogo apagassem as provas que Mateus tinha em seu poder contra Amélia e com que chantageou a família Queiroz. Henrique critica Laurinda pela educação do filho, mas arrepende-se e pede desculpa. Ao vê-la lacrimejar, tem o impulso de lhe fazer um carinho mas retrai-se.

Mateus tenta agredir Diogo, furioso por ele ter apagado todos os dados que ele tinha nos seus computadores. Luís evita o pior e Patrícia, acabada de chegar, faz com que Mateus se acalme e peça desculpa. Diogo comunica a Patrícia que está de saída da empresa e, perante a insistência dela para que acabe os trabalhos que tem em mãos, diz-lhe que recorra aos tribunais, pois não fica ali nem mais um minuto, depois do que ela fez contra si e Leonor. Mateus aproveita o momento para ganhar um lugar de destaque na empresa e tenta valer-se do segredo que guarda sobre Amélia, contando que foi ela quem matou Frederico. Patrícia deixa-o desarmado ao responder que a informação não vale nada porque já toda a gente sabe o que aconteceu e manda-o voltar ao trabalho.

Aurora elogia os poemas que Bento tem feito para as latas de conserva e insinua que se Cremilde não está interessada pode arranjar num ápice pretendentes para o peixeiro, pois garante que o mulherio está louco com ele. Bento aproveita a situação para conseguir que Cremilde aceite escutá-lo e quem sabe perdoá-lo por ter escondido que era um homem casado enquanto foram namorados.

Entretanto, Joni fica numa grande agitação quando Tina e Aurora estão prontas a terem com ele a noite de amor e paixão que prometeram, aguçando-lhe o entusiasmo quando falam dos “brinquedos” que compraram para lhe agradar.

Martim mostra-se feliz com o facto de Amélia ter acedido ao pedido de Carlota para não se ir embora para França. Ela confessa que foi a manhã mais feliz da sua vida mas irritada por ele ter pedido a Leonor que intercedesse junto da filha. Martim insiste em que ela tem de acabar com as guerras com Leonor por causa de Carlota e que deve ir agradecer-lhe o esforço que fez para a reconciliar com a miúda que foi sua filha durante 16 anos.

Beatriz chega a casa dos Queiroz depois de um longo tempo internada e embirra com André, que apanha um livro que ela derrubou. Ele responde à altura e faz-lhe ver que não a considera uma coitadinha, levando Beatriz a reconhecer que esteve mal e a pedir-lhe desculpa.

Incentivada por Martim, embora contrariada, Amélia vai agradecer a Leonor por ter convencido Carlota a pedir-lhe para não se ir embora. Quase à beira de mais uma discussão, Leonor consegue fazer ver a Amélia que nunca quis afastar a miúda de si, mas antes recuperar a filha que lhe roubaram e aconselha-a a esforçar-se para partilhar em harmonia o amor da filha. Amélia caba por ir embora, abalada com a conversa que acabou de ter.

Patrícia leva Kika a lanchar à revelia de Gonçalo e tenta convencê-la a ir ver casas consigo, a pretexto de que só comprando uma, conseguirá que a sua guarda seja atribuída à avó Cremilde. Kika desmascara-a e diz que ela só está tão generosa porque quer ir morar com elas assim que o Juiz der uma decisão favorável. Patrícia assegura, cínica, que só o fará se ela quiser.

Cremilde aceita finalmente os argumentos de Bento e as suas juras de amor, perdoando as suas mentiras e aceitando dar um passeio com ele. A conversa é interrompida por Gonçalo que exige levar a filha consigo para casa. Cremilde informa que Kika não está e Gonçalo, depois de falar mal de Patrícia, promete voltar mais tarde para levar a filha consigo, ameaçando chamar a polícia se for necessário.

Sara aconselha Eva a terminar a relação com o oficial da marinha, pois está visto que gosta é de Daniel. A cunhada conta que já o fez mas assume que não está segura dos sentimentos que tem por Daniel, ainda mais numa fase em que decidiu dar prioridade à sua carreira. Filipe regressa a casa nesse momento e Sara repreende-o por ter faltado à consulta de fertilidade. Ele faz uma cena por ela estar a falar à frente de Eva e fica furioso por a irmã já estar ao corrente do seu problema. Eva deixa-os a sós e Sara faz um ultimato a Filipe, ameaçando deixá-lo se ele se recusar a tentar uma cura para poderem ter filhos. Ele acaba por aceitar marcar uma nova consulta.

João vai pedir desculpas a Daniel por ter duvidado dele, envergonhado por ter acreditado nas mentiras de Elsa. Daniel afirma que nada apagará o que sofreu nem o mal que lhe fizeram, mas aperta a mão ao mestre quando ele lhe pede mais uma vez perdão.

nas redes

pesquisar