SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

273º episódio - 29 de julho (quarta-feira)

Carlota e Tiago fogem juntos!

Jose Pinto Ribeiro

Gonçalo manipula Kika e tenta voltá-la contra Patrícia, mostrando a entrevista que ele próprio encomendou para a incriminar. Kika fica zangada por ter de enfrentar mais um escândalo na escola, depois de a mãe aparecer na comunicação social a acusar o pai de a ter violado. Gonçalo sublinha que, desta vez, foi Patrícia quem mentiu.

Amélia fica mais aliviada por André contar que já comprou o silêncio de Mateus. No entanto, confessa que nem é tanto a chantagem dele que a atormenta, pois maior é a tormenta de terem sabido que Tiago pode ser o irmão gémeo de Carlota. André não esconde a surpresa e ouve com atenção e incredulidade as explicações da irmã.

Pressionados pelos pais para fazerem o teste de ADN que revelará se são ou não irmãos, Tiago e Carlota reúnem alguns pertences, levantam todo o dinheiro que podem e fogem de casa para que ninguém os separe. Tiago e Carlota assumem que lhes custa deixarem Catarina e Leonor sem sequer deixarem uma mensagem de despedida, mas ganham coragem e, depois de substituírem os cartões dos telemóveis para não serem localizados, partem sem destino, única forma de continuarem juntos.

Leonor começa a ficar preocupada quando se levanta de manhã e não encontra Carlota no quarto. Diogo ainda alvitra que ela pode ter ido mais cedo para a escola mas a irmã lembra que têm marcada a audiência para a sua guarda nessa manhã e liga a Catarina. As suas expetativas confirmam-se quando ela revela que Tiago também desapareceu levando consigo uma mochila com roupas, saco cama e os cadernos em que desenha. Ambas concluem que Tiago e Carlota fugiram, não aceitando a hipótese de serem irmãos. Leonor teme ser acusada de negligência por Amélia e Martim, culpando-se pela fuga da filha e convicta de que nenhum juiz lhe atribuirá a sua guarda, depois deste grave incidente. Diogo abraça a irmã na tentativa de a serenar.

Gonçalo vai ao quarto de Patrícia no hotel e confronta-a com a entrevista que ela deu e em que mencionou que ele a tinha violado. Ela fica estupefacta e ao verificar o texto, acusa o jornalista de ter deturpado as suas declarações e que não sabe onde é que ele recolheu tanta informação. Gonçalo finge-se ofendido, promete processá-la por difamação e ainda acrescenta que Kika não gostou nada do que leu. Patrícia fica a ler a revista com o olhar carregado de ódio.

Diogo conta a André o drama que Leonor está a viver com o desaparecimento de Carlota. Ele acrescenta mais essa preocupação à de perceber que Mateus está atrasado para o primeiro dia de trabalho no regresso à empresa. Diogo estranha que André o tenha readmitido, mas o patrão pede paciência, admitindo que não lhe pode adiantar as razões para a sua decisão. Mateus chega entretanto e justifica o atraso com o facto de ter ido despedir-se da loja onde estava a trabalhar. De imediato põe em campo a sua habitual arrogância e tenta ficar no lugar de Diogo. André põe-no no lugar e obriga-o a escolher outro lugar e a perceber com Luís o trabalho que tem para fazer. Mateus ainda dispara que quando começar a trabalhar as paredes vão encher-se outra vez de prémios.

Martim e Amélia, ficam estarrecidos depois de Leonor os pôr ao corrente da fuga de Carlota e Tiago. Leonor explica que a filha fugiu aproveitando o facto de ela estar a dormir e Amélia tem um acesso de fúria, garantindo que nunca lhe perdoará se acontecer alguma coisa a Carlota. Martim confirma que ela levantou o dinheiro que conseguiu e decide ir à polícia comunicar o desaparecimento, dizendo a Leonor para tentar adiar a audiência de regulação do poder paternal que estava marcada no tribunal.

Com Daniel apontado a dedo como violador e Patrícia a fazer capa de uma revista a acusar Gonçalo de a ter violado, Hugo e Kika amparam-se mutuamente e decidem ir para a escola juntos.

Daniel briga no mercado para comprar os legumes que Aurora se recusa a vender-lhe e, apesar de agredido com restos de fruta e de enfrentar Joni que o tenta expulsar, consegue fazer valer os seus direitos, reafirmando que não molestou Elsa e que está a ser acusado injustamente. Tina evita o pior, interpondo-se entre Daniel e os que o apontam a dedo. Aurora, enervada com o burburinho que se gera, acaba por servir Daniel. Sujo e molhado pelo banho de mangueira que lhe deram, o polícia sai de cabeça erguida.

No dia marcado para assinarem os papéis do divórcio, Henrique e Laurinda, apesar de estarem a dar o pior passo das suas vidas, não conseguem assumir que se amam e engolem o desgosto que sentem, incapazes de reconhecerem que nem ele nem ela desejam a separação. O armador sai de casa com uma mala de roupa, enquanto a mulher se senta no sofá a chorar

Camila começa a filmar o documentário em que Sebastião é o protagonista e insinua-se ao compor-lhe o cabelo e passando-lhe a mão nas costas para o descontrair. A primeira pergunta deixa o escritor desconfortável, pois mergulha na sua intimidade.

André não consegue esconder que a situação de Beatriz o está a atormentar, pois sente-se no dever de não a abandonar quando ela está na eminência de não voltar a andar. Nuno escuta o amigo e tenta apoiá-lo neste momento difícil.

Catarina visita Beatriz no hospital e confessa a sua angústia por não ter notícias de Tiago, fugido com Carlota desde que souberam da possibilidade de serem irmãos. Entretanto, a conversa é quebrada pela chegada de Joana que revela a Beatriz que os exames efectuados revelaram uma lesão grave e irreversível na coluna e que ela não voltará a andar. A médica ainda abre a porta a uma segunda opinião mas Beatriz pede-lhes que a deixem sozinha, chorando em silêncio.

André e Leonor conversam sobre a fuga de Tiago e Carlota quando Catarina telefona a avisar que Beatriz está paraplégica e que não vai voltar a andar. André fica arrasado e dá a má notícia e Leonor, que fica igualmente em choque com o que ouve.

Joni, muda de estratégia para conquistar Tina e oferece-lhe uma carteira de cromos de futebol, ao mesmo tempo que insinua que ela é lésbica, porque nunca se deitou com ele. Tina refuta as acusações e dispara que o que ele quer é provar do seu corpo.

Agostinho repreende Adelaide por ela ter tentado drogar Rogério antes do concerto que ele deu no bairro. O filho chega entretanto e anuncia que o espectáculo foi um sucesso, que deu o primeiro autógrafo como Casanova do Sado e que foi convidado para fazer a primeira parte do concerto do artista mais famoso da atualidade. A mãe não se conforma mas o padre pressiona-a para que apoie o filho de ambos.

nas redes

pesquisar