SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

240º episódio – 20 de junho (sábado)

Patrícia manipula Carlota e Kika contra Gonçalo e Leonor 

Leonor encaminha-se para o quarto onde pensa vir a encontrar o seu jovem aluno mas quem na realidade lhe surge à frente é Gonçalo, dizendo que está à sua espera e puxando-a para o interior do quarto.

Leonor fica atónita ao encontrar Gonçalo à sua espera no quarto do hotel, pois esperava deparar-se com o miúdo a quem vai dar uma aula de iniciação na piscina. Gonçalo esclarece que recebeu uma mensagem dela a combinar o encontro mas Leonor desmente prontamente que o tenha feito. Gonçalo percebe que houve algum equívoco e, embora desiludido, reafirma o desejo de procurarem em conjunto o filho desaparecido.

Quando regressa ao centro de mergulho, Leonor conta a Júlia que lhe montaram uma armadilha para que ela se encontrasse com Gonçalo no hotel e ambas concluem que a mensagem enviada do seu telemóvel deve ter o dedo de Patrícia.

Beatriz vai à hAPPy e faz as pazes com André, depois de ele reafirmar que só vai viajar com Patrícia em trabalho e que a última coisa que quer é tê-la perto de si. Depois de Beatriz sair, Diogo pergunta a André se viver com alguém exige uma adaptação grande. O amigo sorri perante a possibilidade de ele estar a pensar viver com Sílvia mas Diogo não quer assumir as suas intenções.

Patrícia manipula Amélia e atormenta-a com a possibilidade de Leonor estar a reconquistar Gonçalo, para viver com ele e os filhos, dando a entender que isso fará com que Carlota se afaste dela. Amélia fica descompensada e ansiosa, sem perceber que Patrícia a está a querer virar contra Leonor.

Dando sequência ao seu plano diabólico, Patrícia vai depois contar a Kika que requereu de novo a sua guarda, pois a avó Antónia vai ser julgada e provavelmente presa, enquanto o pai está mais preocupado em descobrir o filho que teve com Leonor. Kika, muito desconfortável, reafirma que não quer ir viver com a mãe, dando a ideia de que será isso que dirá em tribunal.

Laurinda chega das compras com Henrique e confessa que gostou muito do jantar no Hotel Salinas. Ele prefere recordar que gostou muito de rever Madalena e que a filha é muito respeitada pelos funcionários do hotel. No entanto, embora com menos animosidade, ainda não consegue aceitar que a filha mais nova esteja a viver com Sebastião.

Entretanto, Filipe e Sara entram em casa reconciliados, deixando Laurinda e Henrique muito felizes,

Vitória cruza-se na Lataria com Eva e Magalhães, que se preparam para ir treinar juntos na base naval e critica-os por terem prendido Messias, garantindo a inocência do irmão. Eva e o comandante da marinha ficam constrangidos e justificam que apenas fizeram o seu trabalho e que se Messias estiver inocente, a justiça se encarregará de o provar. 

Entretanto, Mateus fica a saber que Vitória vai a uma consulta pós-parto e decide acompanhá-la, para seu desagrado.

Rute faz uma última tentativa junto de Gonçalo para que ele volte atrás na decisão de a despedir mas o patrão mantém-se irredutível e expulsa-a do gabinete, mesmo depois de ela confessar que era informadora de Beatriz. Rute vai ter com as colegas e faz um discurso de despedida, realçando as suas qualidades enquanto trabalhou na fábrica. Sílvia e Idalina contrariam-na, mas ela mantém a sobranceria e sai da fábrica com altivez e arrogância.

Leonor confessa a Júlia que está desesperada sem conseguir forma de localizar o seu filho gémeo e toma a iniciativa de tentar encontrar pistas na associação de crianças desaparecidas.

Com a ajuda de Teresa, Patrícia obtém as imagens das câmaras de vigilância do hotel e, em particular, aquelas em que se vê Leonor chegar ao quarto onde Gonçalo a esperava e o momento em ele a puxa para o interior da suite. Patrícia descarrega as imagens para o seu computador e sorri satisfeita.

Carlota fica agastada com Amélia que insiste na teoria de que Gonçalo e Leonor podem ser algo mais do que dois pais que procuram o filho desaparecido. Carlota está segura de que não existe a mínima possibilidade de eles ficarem juntos e Amélia, percebendo a irritação da filha desiste do assunto. Carlota levanta-se para ir ter com Leonor mas Nuno frustra as suas intenções dizendo que ela já saiu e não volta.

Magalhães desafia Eva a apostar que consegue ser melhor do que ele no treino que vão iniciar e propõe que quem perder pagará o jantar. Ela pergunta se aquela é a técnica para a levar a sair e exige dois jantares, adiantando confiante que ele pode marcar a mesa.

Vitória regressa a casa com Mateus e jura que nunca mais vai a consultas pós-parto, pois não está para ser enxovalhada pelas outras mães, por ter desistido de amamentar o filho. Mateus defende que toda a gente viu o que ela sofreu e João é de opinião que não deve pensar mais nisso.

Mateus vai para a Lataria e Vitória avisa que não o quer a aborrecer as empregadas. Entretanto conta a Messias que encontrou Eva no bar e que ainda se chateou com ela por o ter apanhado. João não tem contemplações com o filho e diz que ele é o único culpado por estar preso.

Rute procura Tina e, depois de trocar provocações com Adelaide, convence a amiga a organizar através da associação cultural, uma manifestação de apoio a Messias. A ideia é reconquistá-lo, agora que foi despedida, enquanto Tina ficará de novo bem vista pelas pessoas do bairro, depois do fiasco que foi o concurso de talentos.

Diogo desafia Sílvia para morarem juntos mas ela, apesar de apreciar a proposta, diz que de momento não têm condições para pagar tantas despesas, até porque Rute acaba de ser despedida.

Gonçalo chama Beatriz ao gabinete e ambos colocam as cartas na mesa, reconhecendo que recorreram a Rute para se espiarem mutuamente. Beatriz aconselha-o a preparar-se para o arranque da produção das Conservas da Ria e ele mostra-se empenhado em impedir que isso aconteça.

Elsa arranja-se melhor do que o habitual para receber a visita de Daniel e agradece-lhe o que tem feito por ela e pela mãe. Júlia impede-a de provar o vinho e Daniel acrescenta que ela é muito nova e que tem tempo para começar a beber. Daniel agradece a Júlia o convite para jantar e comenta que precisava de desanuviar depois dos problemas que Rute arranjou.

Leonor regressa a casa e Carlota acusa-a de andar com Gonçalo, mostrando-lhe como prova as imagens que alguém lhe enviou, onde se vê a mãe a entrar num quarto onde ele já está à sua espera. Leonor olha incrédula para o computador, perante o olhar acusador da filha.

Leonor explica a Carlota que nada tem a ver com Gonçalo e que apenas foram atraídos àquele quarto do hotel, por alguém que os queria filmar juntos. Leonor diz acreditar que Patrícia está por trás de tudo, mas apesar de não ter certezas, Carlota prefere ir passar a noite no hotel com o pai.

Ao mesmo tempo, Kika recebe um email igual e confronta o pai com o facto de ter sido filmado num quarto de hotel com Leonor, acreditando que eles estão juntos. Gonçalo explica à filha que se tratou de uma armadilha, mas esbarra nas desconfianças de Antónia e Amélia, sentindo-se impotente para as convencer da sua inocência. Kika choraminga, certa de que o pai a vai esquecer e vai formar família com Leonor e os outros filhos.

Tina janta com Joni no hotel e discutem a vantagem de promoverem a manifestação de apoio a Messias. O ambiente cúmplice é estragado quando Joni propõe que subam a um dos quartos para acabarem a noite em beleza. Tina não cede e dispara que não é a Rute.


nas redes

pesquisar