SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

224º episódio – 2 de junho (terça-feira)

Leonor pede ajuda ao pai do bebé que morreu no mesmo dia do gémeo

(c).RuiCarlosMateus.1954

Leonor conversa com Martim para combinar quem leva Carlota à escola e em que dias, reafirmando que apesar de terem desistido do casamento, quer continuar sua amiga. Martim não esconde a sua frustração pelo fim da relação mas não fecha a porta a um bom relacionamento. Leonor recebe entretanto uma chamada de Daniel e fica eufórica porque o amigo lhe diz ter a morada do pai do bebé que morreu no acidente de automóvel e cujo corpo pode ter sido trocado com o do seu filho. Sem demora, conta a Júlia e Nuno que vai procurar o homem e sai apressada do centro de mergulho.

André conta muito irritado a Beatriz que Patrícia o enganou e se tornou sócia da sua empresa, sem que ele o consiga evitar. A namorada oferece-se para lhe comprar a quota que ele detém nas Conservas do Sado, para que possa ter dinheiro para romper com Patrícia e fundar outra empresa. André indigna-se por momentos e recusa a generosidade de Beatriz. Pouco depois dá-lhe um beijo em sinal de que estão bem.

Henrique, a pretexto de ter um encontro com clientes, vai fazer uma visita a Madalena para perceber como está a correr o seu primeiro dia de trabalho no hotel. Ela percebe as intenções do pai e fica muito feliz.

Laurinda abraça Sara com emoção, depois de a nora lhe contar que os exames médicos que fez revelaram que pode engravidar sem problemas e que só ainda não aconteceu porque anda stressada e ansiosa.

Mateus explica a Elsa o trabalho que tem de fazer na Lataria e ela revela-se pouco entusiasmada. Joni provoca Tina por Messias ter terminado o namoro com ela. A peixeira, para não dar parte fraca, dispara que ainda se divertiu com ele. Bento aparece entretanto e dá a ideia de organizarem um concurso de talentos no bairro. Tina acha que vai ser um sucesso e Bento fica contente.

Catarina dá uma valente reprimenda a Tiago, quando o ouve a conversar com Carlota e percebe que ele anda a apostar no jogo do peixe na internet, proibindo-o de continuar a fazê-lo.

Amélia conversa com Antónia, que se mostra arrependida de ter voltado a confiar em Patrícia. Ao saber que ela comprou a parte maioritária da empresa de André, Amélia pede à mãe para regressar ao trabalho na fábrica para controlar as coisas por lá. Antónia fica convencida e promete informar Gonçalo de que ela está de regresso.

Gonçalo procura André para o convencer a passar-lhe uma procuração para gerir a quota que ele tem na fábrica. Como o irmão recusa, acusa-o de se ter aliado a Beatriz e de estar a ser manipulado pela namorada. André não cede e Gonçalo fica preocupado ao receber uma mensagem da mãe a avisá-lo de que chegou para ele uma carta do tribunal.

 

Leonor encontra-se com Durval, pai do bebé que faleceu no acidente de automóvel no mesmo dia do seu filho e pede-lhe que faça um teste de ADN, para ajudar a descobrir onde é que realmente está sepultado o irmão gémeo de Carlota. O homem fica abalado com a conversa, sem saber o que decidir.

Leonor fica desiludida e angustiada quando Durval se recusa a fazer um teste de ADN que permita saber se o corpo do bebé que ela e Gonçalo descobriram no cemitério é filho deles ou do homem. Durval não quer recordar a dor de ter perdido o seu filho e a mulher num acidente de automóvel e recusa-se a colaborar.

Gonçalo conversa com Antónia e mostra o seu desagrado por André estar a namorar com Beatriz e se recusar a ceder-lhe a sua quota na fábrica. A mãe afirma que é um direito que André tem e entrega a Gonçalo a carta que o tribunal lhe enviou. Gonçalo fica apreensivo ao constatar que acaba de ser constituído arguido e que vai ser julgado pela morte do pai. Antónia não consegue manifestar-lhe o seu apoio, pois não está convencida de que o filho mais velho não matou Frederico. Gonçalo começa a fazer uma chamada e vai para a estufa. Amélia aparece entretanto e quando Antónia lhe diz que o irmão vai ser julgado por ser o principal suspeito pela morte do pai, fica muito perturbada e vai ter com Gonçalo. Ele acaba por contar que o advogado lhe aconselhou calma e garantiu que vai preparar muito bem a sua defesa. Amélia muda de assunto para disfarçar o nervosismo e diz que quer voltar a trabalhar na fábrica. Gonçalo fica irritado e diz que tem mais em que pensar, alheando-se à vontade da irmã.

Patrícia instala-se de armas e bagagens no Hotel Salinas, contra a vontade de Martim que tenta tudo para a demover, lembrando-lhe que não é bem-vinda. A ex-cunhada justifica-se argumentando que quer ficar mais perto da filha Kika e ameaça processá-lo por estar a impedi-la de se hospedar no hotel depois de já ter pagado um ano de estadia. Martim é forçado a ceder e dá ordens para que Patrícia seja acompanhada ao seu quarto. Entretanto, Martim recebe Sílvia e acerta com ela o estágio que vai fazer no hotel, em part-time.

 

Nuno fica radiante quando Magalhães, um amigo que é oficial da marinha, o visita e conta que pediu transferência para a base do Alfeite, o que vai possibilitar um convívio mais frequente agora. Eva entra no centro de mergulho e exige a Nuno que lhe mostre os documentos dos barcos para conferir se tudo está em ordem. Ele reage mal e acusa-a de estar constantemente a persegui-lo por ter recusado a sua proposta maluca para engravidar. Magalhães, que desconhece o relacionamento entre Nuno e Eva, repreende o amigo pela forma como está a falar para a agente da autoridade. Eva fica irritada, faz o seu trabalho de fiscalização e vai embora, dizendo antes de sair a Nuno que deve dar ouvidos aos conselhos do amigo.

Joni elogia Bento pela ideia que ele teve de promover um concurso de talentos no bairro. O peixeiro tenta aproveitar a ajuda do patrão, pedindo-lhe que publicite a sua boa ideia junto de Cremilde, esperançado em que ela lhe perdoe por ter omitido que ainda é casado. Joni não acredita em milagres e afirma que só o divórcio o fará recuperar a namorada. Bento confessa então que já comprou o bilhete de autocarro para ir a Évora pedir o divórcio a Maria, mas assume que está com medo do que ela possa fazer-lhe. Joni estranha a atitude do seu empregado e Bento conta que deve 30 mil euros a Maria e que fugiu para Setúbal para não ter de lhe pagar. Joni fica estupefacto com o que ouve.

Filipe vai a casa de Rute e exige-lhe que pare de o chantagear, insistindo que a noite em que se envolveram não teve significado e que foi apenas um deslize. Rute mantém-se irredutível e ameaça contar a Sara que ele a traiu, se não continuar a receber para estar calada. Filipe fica furioso e reafirma que quer que ela o deixe em paz e à sua família. Adelaide, que tinha estado a rezar com Rute instantes antes, escuta a conversa e benze-se, estupefacta com o que acabou de descobrir.

Júlia vai tomar café à Lataria para ver como está a correr o trabalho a Elsa. A filha fica irritada com ela, mas muda de atitude quando tem de atender Daniel. Júlia fica bem impressionada com ele e agradece-lhe a paciência e o jeito que ele tem para lidar com a miúda. Daniel desvaloriza e pergunta se Leonor já deu notícias depois de ter ido falar com Durval. Júlia confirma que ainda não sabe de nada e diz que depois dará notícias.

Madalena, Sílvia e Vitória comentam a separação de Martim e Leonor, bem como o facto de Patrícia, de quem não gostam, se ter instalado no Hotel Salinas. Entretanto, Vitória e Madalena insistem com Sílvia para que deixe a fábrica e se dedique em exclusivo ao estágio no hotel mas a amiga reafirma que não quer perder o ordenado que tem certo nas Conservas do Sado. Vitória mostra-se desolada por estar a sentir grandes dificuldades para amamentar e Idalina, que chega por essa altura, mostra-se feliz ao saber que Sílvia já tem o estágio que queria e aproveita para lhe perguntar se já fez as pazes com Diogo. Sílvia diz que vai mandar-lhe uma mensagem para o convidar para tomarem um café.

Leonor convence Diogo a ir a casa de Durval, explicando ao irmão que o homem estava constipado e que tinha lenços espalhados pela casa, que podem servir para o teste de ADN que precisa para localizar o corpo do filho que perdeu. Entretanto, Diogo recebe a mensagem de Sílvia a convidá-lo para um café e, apesar da insistência de Leonor para que aceite o convite, diz que não lhe apetece porque Sílvia tem sido parva com ele.

André confessa a Nuno que o facto de saber que Leonor e Martim desistiram do casamento mexeu consigo mas dispõe-se em apostar na relação que tem com Beatriz. O amigo, por seu lado, conta irritado que Eva lhe pediu para fazer um filho, sem qualquer compromisso, tratando-o como um banco de esperma.

Catarina e Beatriz preparam-se para jantar na Lataria quando Eva aparece e lhes faz companhia por um instante. Eva fica desagradavelmente surpreendida quando Catarina lhe conta que Tiago está de castigo porque o apanhou a apostar no jogo do peixe através da internet. Eva promete investigar.

 


nas redes

pesquisar