SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

214º episódio – 21 de maio (quinta-feira)

Rogério é apanhado com Aurora e volta a sofrer a ira do marido enganado!

(c).RuiCarlosMateus.1954

Antónia conta a André que Patrícia decidiu ir embora de casa, sentindo-se culpada por isso. O filho também estranha a atitude da ex-cunhada mas acaba por se centrar no problema financeiro da família e conta à mãe que Gonçalo decidiu pedir o empréstimo para pagarem a divida a Beatriz, desde que fique a administrar todo o património dos Queirós, depois de impugnarem a doação que Frederico tinha feito a Kika. Antónia concorda com André e pede-lhe que fale a Amélia do que se está a passar. O filho vai conversar com a irmã, que se mostra contra a ideia de dar a Gonçalo o controlo da fábrica. André percebe que ela está descompensada quando ela não vê qualquer problema em reconquistar Martim, apesar do ex-marido estar noivo de Leonor. André acaba por abraçar Amélia, depois de perceber o seu estado frágil.

Leonor não consegue esconder de Carlota que a sua relação com Martim já viveu melhores dias e fica preocupada por ela insistir em ir pôr flores na campa do irmão, sem se ter verdadeiramente a certeza de que aquela campa é a sua.

Adelaide irrita Tina no mercado quando lhe pergunta como vai o namoro com Messias. Também Cremilde fica envergonhada e a furiosa com Bento que, depois de lhe oferecer uma flor, comenta com Joni que está a chegar a hora do Cação Saltarico. Cremilde dá um raspanete a Bento e Tina chama Joni de urgência para irem até à gráfica, porque têm de resolver um problema grave com os calendários que encomendaram.

Eva conta a Catarina que o encontro que teve com o candidato a seu namorado e pai dos filhos foi um fiasco. Nuno aparece naquele momento e, sem conseguir digerir os ciumes, diz a Eva que está na altura de ela procurar outro sítio para morar, pois sente que o namoro que tiveram não significou algo para ela. Eva acaba por concordar em sair.

Leonor tenta saber junto do padre Agostinho algo mais que a ajude a descobrir quem paga a Filomena para que ela limpe a campa que julga ser do seu filho. No entanto, nem o padre consegue ajudá-la, a não ser atestar da honestidade da mulher.

 

André e Antónia apressam Gonçalo para que peça o empréstimo de que a família precisa para evitar que Beatriz fique com as empresas dos Queiroz. O irmão e a mãe acabam por comentar que a Polícia Judiciária esteve lá em casa à procura do capacete que ele usou na noite em que o pai morreu. Gonçalo fica um pouco preocupado mas prefere ir ver Kika, que se recusa a contar o que se passou entre si e a mãe.

Rute confessa a Sílvia, com ironia, que não precisa de fazer grande coisa para estar bem. Basta servir os patrões certos para que tudo fique a correr de feição.

Tina e Joni protestam, porque a gráfica que tinha ficado de lhes fazer o calendário para ajudar as viúvas dos pescadores faliu e lhes ficou com o dinheiro todo.

Entretanto, Messias pede a Hugo que lhe empreste a sua chave de casa, pois descobriram que Rogério está em casa de Cremilde com Aurora, traindo Manuel. O cerco ao antigo carteiro acaba por se fazer e ele sofre a ira do marido da vendedora de legumes do mercado.

Questionado pela mulher, Henrique nega ter lido uma linha que fosse do livro de Madalena. Laurinda finge que acredita e comunica-lhe que já tem os bilhetes de avião para a viagem que vão fazer pela Europa. Henrique vocifera de indignação, dizendo que o que quer é ficar no seu canto. Eva chega entretanto, de mala na mão a pedir se pode regressar a casa por uns tempos, assumindo que precisa de voltar apara ali.

Leonor fica cheia de esperança quando ao conversar com Filomena, ela lhe entrega a primeira carta de quem lhe pediu para tomar conta da campa do filho.

Gonçalo canta vitória perante Patrícia, depois de voltar a garantir o controlo da empresa, depois de a doação que foi feita em nome de Kika. Patrícia faz questão de lhe lembrar que tem um excelente pé-de-meia.

 

André mete-se com Diogo e constata que ele ainda não esqueceu Sílvia. O amigo não esconde essa fase mas também não dá parte fraca. André não acaba a conversa porque quase aceita à força o convite de Beatriz para tomar um café.

Daniel repreende Hugo por este ter facilitado a entrada dos homens que foram espancar Rogério na casa de Cremilde, quando ele estava com Aurora a trair Manel.

Entretanto, Kika conta a Hugo que expulsou a mãe de casa e acaba por fazer as pazes com a avó Cremilde, já que esta conta que só lhe escondeu que a mãe estava grávida do sogro para lhe dar conforto e não um desgosto.

Leonor procura Gonçalo e mostra-lhe o empenhamento em levantar as ossadas da criança que está sepultada aos cuidados de Filomena, para confirmarem se a criança que está enterrada é ou não o seu filho. 


Gonçalo concorda em ajudar Leonor a conseguir fazer um teste de ADN ao corpo do bebe que julgam ser o seu filho morto há dezasseis anos. A mergulhadora diz que não aguenta esperar muito tempo por uma confirmação, até porque Carlota pode estar a chorar a morte de um irmão que não é o seu. Gonçalo aceita mover as suas influências para obter um resultado rápido.

Depois de sair do gabinete de Gonçalo, Leonor é interpelada por Patrícia, que procura saber porque é que ela foi falar com Gonçalo. Leonor responde que ela não tem nada a ver com isso mas espicaça a rival e diz que anda á procura do corpo do filho que ela lhe roubou. Depois despede-se de Sílvia e Idalina e vai embora. Patrícia vai furiosa para os gabinetes da administração da fábrica, enquanto Idalina, Sílvia e Rute comentam o sofrimento que Leonor continua a viver.

André e Beatriz continuam cada vez mais próximos e combinam jantar juntos. Ela para o convencer a voltar a fazer escalada e ela para a convencer a dar mais tempo à sua família para pagar a dívida de 4 milhões de euros que Frederico contraiu.

Gonçalo suborna o funcionário do cemitério para conseguir que ele obtenha rapidamente o teste de ADN que vai permitir saber se o bebé que está sepultado é o seu filho e de Leonor. Entretanto, o advogado telefona-lhe e conta-lhe que a polícia o procura. Gonçalo afirma nada ter a temer e responde que se vai entregar.

Madalena fica radiante e abraça-se a Sebastião quando ele a leva ao stand de Carla e lhe oferece um carro.

Filipe fala ao coração de Sara e consegue mais uma vez que ela lhe perdoe os seus excessos. A meio da conversa com a mulher, recebe uma chamada de Rute e finge que é outra pessoa quem lhe está a ligar.

Bento suplica de joelhos o perdão de Cremilde quando Patrícia bate a porta da mãe e insiste em falar com ela. A peixeira corre com o namorado e enfrenta a filha, disparando que já lhe tinha dito que não a quer ver mais. Patrícia culpa-a por Kika a ter expulsado de casa porque ouviu a conversa que ela a obrigou a ter sobre o facto de ter engravidado do sogro. A discussão sobe de tom e Cremilde recusa-se a convencer a neta de que a mãe não se envolveu com o avô e informa-a de que a filha foi para a marina com os amigos para espairecer. Patrícia vai-se embora furiosa, garantindo que não vai desistir da filha.

nas redes

pesquisar