SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

213º episódio – 20 de maio (quarta-feira)

Kika expulsa Patrícia de casa!

Christian Gnad

Mateus aparece na Lataria para assistir à apresentação do livro da irmã. Sebastião inaugura a cerimónia e é o primeiro a enaltecer as virtudes da namorada para a escrita. Madalena fica por momentos muito feliz, pois Henrique assoma à porta durante escassos segundos, deixando a filha confortada com a sua breve presença.

Gonçalo vai a casa dos pais à procura de Kika, mas Amélia exige-lhe que se vá embora. Patrícia aparece nesse instante e começa a discutir com o ex-marido, trocando ambos acusações de terem acabado com a vida de Frederico. Cada vez mais perturbada, Amélia acaba com a discussão, afirmando que nada vai trazer o pai de volta. Antes de Gonçalo ir embora, Patrícia tenta perceber se ele já descobriu a verdadeira campa do filho, mas sem sucesso.

Cremilde chora no peito de Bento a sua mágoa, depois da discussão com Patrícia, reconhecendo que a filha não presta e só lhe seu desilusões.

Kika procura Patrícia e faz um ultimato à mãe para que faça as malas e deixe a casa de vez. Patrícia fica estupefacta com a situação e pergunta se ela está a brincar. Rapidamente perde o chão quando Kika dispara que se a mãe não se for embora, contará a toda a gente que ela engravidou do avô Frederico. Patrícia fica em estado de choque.

Patrícia tenta enganar Kika mas a filha não lhe dá qualquer hipótese de fuga, assegurando que ouviu toda a conversa que ela teve com a avó Cremilde, em que confessou ter engravidado do avô Frederico abortou.

Antónia e Amélia ficam perturbadas com mais uma visita que a Polícia Judiciária lhes faz, com ordem de busca para descobrir o capacete que Gonçalo tinha na noite em que Frederico foi morto. Patrícia estranha o desenvolvimento da investigação e começa a pensar que a morte do sogro pode ter sido encenada. Amélia fica nervosa.

Gonçalo pergunta em tom provocatório a André se já conseguiu controlar os desejos de vingança de Beatriz contra a família deles. André mostra-se incomodado com as insinuações do irmão mas acaba por aceder ao pedido que ele faz para passar a gerir o património da família.

Leonor sugere a Júlia que procure aconselhamento junto da Associação de Apoio à Vítima, depois de a amiga lhe contar que a filha tentou agredi-la durante a última discussão que tiveram.

Já Elsa desabafa com Tiago, chorando por ter feito mal à mãe. O amigo aconselha-a a pedir desculpa à mãe, apesar de já o ter feito e de Júlia a ter ignorado.

Na Lataria, Laurinda exulta o orgulho que sente em Madalena depois do sucesso que foi o lançamento do seu primeiro livro. Filipe diz a Sara que está cheio de saudades dela e pede-lhe mais uma oportunidade. A mulher faz-se difícil e responde que já lhe deu muitas oportunidades. Eva confessa a Daniel que anda à procura de um namorado que se transforme em marido para lhe dar um filho, mas irrita-se quando ele a critica por estar a usar uma aplicação informática para isso.

Mateus tenta que Laurinda sinta remorsos por tê-lo expulsado de casa mas a mãe mostra-se indiferente e justifica a sua atitude. Madalena confirma com Sebastião que a apresentação do livro correu muito bem e Laurinda fica surpreendida quando a filha lhe conta que o pai acabou por aparecer, embora por pouco tempo.

 

Messias e Tina beijam-se para fazerem ciúmes a Joni e Rute, mas o efeito não corresponde ao que desejavam, embora o peixeiro não se contenha a protestar o seu desagrado. Carla apanha-o com a “boca na botija” e não gosta nada do que ouve.

Cremilde revê com tristeza e nostalgia os álbuns fotográficos de família onde Patrícia aparece. Bento conforta-lhe o desgosto e consegue que ela aceite jantar com ela no Hotel Salinas, apesar do desagrado de Adelaide, que está curiosa por saber o que terá provocado tanta tristeza à nora.

Patrícia, sem argumentos para contrariar o ultimato de Kika, que a quer ver fora de casa, enojada por ter descoberto que ela engravidou do avô Frederico, provoca uma discussão com Antónia para ter um pretexto que lhe permita sair de casa sem assumir que se envolveu com o sogro. Antónia fica incomodada com a decisão de Patrícia, sem conseguir entender os seus reais motivos.

Leonor conversa finalmente com Filomena mas a operária da Conservas do Sado não sabe dizer quem lhe tem pago para cuidar da campa do bebé que lhe foi tirado à nascença.

Laurinda critica Henrique por não ter estado com o resto da família na apresentação do livro de Madalena, embora lhe esconda saber que ele passou por lá. Ardilosa, deixa o livro em cima da mesa e depois vê com agrado que Henrique lê algumas passagens, emocionando-se com as dedicatórias da filha.

Nuno fica incomodado quando vê Eva toda arranjada para um encontro e mostra-se intransigente com Mateus, que ensaia ter uma refeição grátis, convencido de que não vai ter de participar nas despesas da casa.

Amélia estraga o jantar que Martim estava a ter em casa de Leonor, aparecendo de surpresa e muito nervosa para falar com ele, afetada pelo facto de os polícias procurarem o capacete de Gonçalo, no seguimento da investigação à morte de Frederico. Leonor não demonstra, mas fica furiosa, apesar das desculpas de Martim que leva Amélia de volta a casa. Carlota também fica nervosa. Já Diogo acalma Leonor, frisando que Amélia até está muito melhor do que noutros tempos.

 

Elsa pede perdão a Júlia e chora quando jura que nunca teve intenção de a agredir. No entanto, a mãe confessa a sua mágoa e também que dificilmente recuperará do incidente. Elsa fica desfeita e abraça a mãe. Júlia corresponde, sem saber o que pensar.

Adelaide quer à força arranjar uma noiva para Rogério mas o filho consegue entretê-la, convencendo-a de que está disposto a fazer-lhe a vontade.

Bento está radiante a jantar com Cremilde no Hotel Salinas mas vê a sua noite de sonho interrompida com a chegada de João, Idalina e Messias, este vestido com o equipamento do Vitória de Setúbal. Cremilde percebe que Bento ficou frustrado e pisca-lhe o olho em sinal de apoio.

Beatriz confessa a Catarina que embora não tencione perdoar a dívida que a família Queiroz tem para com ela, está interessada em André, a quem deu o primeiro beijo da sua vida.

Martim leva Amélia a casa e deixa claro que não a quer a interromper sempre a sua vida, ainda mais quando isso significa afastá-lo de Leonor e de Carlota. A ex-mulher desculpa-se e diz que só o requisitou porque a polícia anda a descobrir coisas sobre Gonçalo. Depois de Martim ir embora, Antónia fala com Amélia e diz que não é normal que ela esteja tão próxima do ex-marido.

Patrícia lacrimeja enquanto acaba de fazer as malas. Depois, antes de sair de casa, ainda faz um esforço junto da filha para que ela a deixe ficar lá em casa. Kika reafirma que a quer fora dali, enojada com a relação que ela teve com o avô Frederico. Antónia, como não sabe o que se passou, ainda insiste para que Patrícia fique lá em casa, mas em vão.

Martim regressa a casa de Leonor e pede desculpa por mais uma vez ter socorrido Amélia num momento de ansiedade. Leonor não aguenta mais a situação e diz que se é para continuarem assim, é melhor acabarem tudo. Martim fica espantado com aquela reação. 

Martim fica em choque com a possibilidade de Leonor estar a acabar tudo com ele e acaba por lhe confessar que tem passado mais tempo a apoiar Amélia, porque foi ela quem matou o pai, confundindo Frederico com Gonçalo, quando tentou atropelar o irmão para se vingar. Leonor fica muito perturbada com o que ouve e diz a Martim que quer ficar sozinha.

nas redes

pesquisar