SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

208º episódio – 14 de maio (quinta-feira)

Patrícia é detida para interrogatório por suspeita pela morte de Frederico

(c).RuiCarlosMateus.1954

Beatriz fica curiosa e pensativa ao saber por Catarina que André é o elemento mais sensato da família Queiroz e que até chegou a partilhar aquela casa só para não viver na dos pais.

Elsa discute com Júlia, censurando-a por ter desabafado com Idalina e João, queixando-se do seu comportamento. Júlia tenta fazer ver à filha que ela não pode continuar a roubar e a beber, ou a desrespeitar as suas ordens mas Elsa reage com irritação e isola-se no seu quarto.

Cremilde regressa a casa, destroçada com a gravidez de Patrícia e preocupada por terem concluído que o bebé é de Frederico, agora falecido. Adelaide e Tina percebem que ela não está bem mas a peixeira consegue iludi-las. Assim que fica a sós com Bento, ele ainda esboça uma intenção romântica ao chamar-lhe à atenção para as flores que lhe levou mas percebe que a namorada está à beira das lágrima e oferece-lhe o seu ombro para que chore as suas mágoas.

Laurinda prepara-se para ir trabalhar mas tem de suportar o mau humor de Henrique, que a critica por ter ido jantar a casa de Sebastião e de apoiar a relação do escritor com Madalena. A mulher volta a sensibilizá-lo para o que é importante: a felicidade da filha. Henrique fica ainda mais irritado e dispara que não tem um único filho que preste.

Adelaide faz as suas recomendações a Agostinho, antes de ele levar Rogério para o ajudar na igreja. O padre assegura que quando deixar de ser sacerdote, vai contar a Rogério que é o seu pai. O filho, por seu lado, insiste em fingir que padece de amnésia e diz ao padre que vai ter de o ajudar, pois não se lembra do tempo em que era acólito. Adelaide pede à Santa que lhe devolva o filho são e salvo, temendo que os homens do bairro ainda queiram vingar-se dele, por se ter envolvido com as mulheres deles.

Na fábrica, Rute implora a Sílvia que reparta o lanche consigo, uma vez que o seu se resume a uma maçã engelhada, uma vez que preferiu esbanjar o seu dinheiro em compras. A irmã irrita-a porque prefere oferecer a Idalina a gelatina que não quer comer. Entretanto, Rute pede para sair mais cedo porque tem de ir fotografar para o calendário que a associação está a produzir para ajudar as viúvas dos pescadores. A chefe aceita o pedido mas avisa que as horas serão descontadas. Já em relação a Sílvia, dispõe-se a aceitar que ela meta uma folga, por conta do curso que está a tirar. As picardias são interrompidas pela notícia de que Gonçalo Queiroz está prestes a prestar depoimento na Polícia Judiciária sobre a morte do pai.

Em casa dos Queiroz, Antónia também ouve as notícias e conta a Amélia que Gonçalo é o principal suspeito da morte do pai. Amélia fica muito perturbada e depois de se descontrolar a chorar, tem de se sentar para tomar um ansiolítico para acalmar.

Na sede da Polícia Judiciária, Gonçalo presta depoimento e conta ao inspetor Serra que a discussão que teve com o pai antes de ele morrer foi por causa de Patrícia, revelando que a ex-mulher se envolveu com Frederico para o roubar.

 

No cemitério, Patrícia chora sob a campa de Frederico e amaldiçoa-o, dizendo que prefere morrer a ter um filho seu dentro dela.

Eva confessa a Vitória que está determinada em arranjar um namorado mas, ao mesmo tempo, afirma que não tem grande margem de escolha. Vitória dispõe-se a ajudá-la com a aplicação que tem no seu telemóvel, para arranjar encontros com homens.

Messias visita Madalena em casa de Sebastião para lhe pedir que os ajude a poupar dinheiro na associação, fazendo ela as fotografias para o calendário em benefício das viúvas dos pescadores. O escritor fica surpreendido com a amizade entre a namorada e o pescador, mas quando ela deixa os dois a sós para se ir arranjar, Messias conta a Sebastião que Madalena é uma grande amiga e que sabe que ela gosta muito dele e sofreu muito enquanto estiveram separados. Sebastião fica tão feliz com o que ouve que até se dispõe a emprestar a Messias os livros que ele quiser ler.

Joni despede-se de Clara com pena que ela não possa ir à sessão de fotografia para o calendário, uma vez que tem de ir mostrar um carro a um cliente. Quando conta a Tina e Bento que a namorada não pode estar presente e sugere o adiamento da sessão, Tina opõe-se e diz que será ela a fotografada para o mês de Fevereiro. Como não chegam a acordo, Bento oferece-se para ocupar o lugar de Clara mas Joni e Tina gritam que não, ao mesmo tempo.


nas redes

pesquisar