SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

201º episódio – 6 de maio (quarta-feira)

Beatriz aparece no funeral de Frederico e reclama uma dívida de 4 milhões de euros!

Patrícia pede de novo a Leonor que retire a queixa que apresentou contra si na polícia, mas ela recusa, preferindo que seja a justiça a dizer que ela foi ou não, cúmplice de Xavier.

Na Polícia Judiciária. Antónia é interrogada sem contemplações sobre a morte de Frederico e quando deixa o gabinete do agente encarregado do processo, confidencia que todos ficaram a pensar que ela é a principal suspeita de ter cometido o crime.

Idalina comenta com Sílvia a morte de Frederico. Ambas estão curiosas por saber quem cometeu o crime. Sílvia pede a Vitória para permitir que Hugo trabalhe de castigo na Lataria, depois de ter usado o dinheiro das poupanças para comprar um vestido a Tina e de se ter arvorado no seu admirador secreto. Vitória aceita ajudar a amiga desde que o rapaz não atrapalhe o serviço do restaurante. Quando se prepara para sair para o hospital onde vai fazer uma ecografia, Mateus aparece e diz que vai acompanhá-la. Vitória fica irritada, ainda mais depois de ele revelar que a reunião com o único cliente que tinha correu mal e que deixou de trabalhar para ele.

Bento convence Messias a tentar entrar para a equipa do Vitória de Setúbal, argumentando que com o dinheiro que doou ao clube pode conseguir o que quer. Filipe aparece na Lataria para pagar aos pescadores pelo peixe que pescaram e Rute fica espantada com a quantidade de dinheiro que ele tira do envelope, olhando o filho do armador com grande interesse. De regresso a casa, tenta saber disfarçadamente junto de Sílvia, mais pormenores sobre Filipe.

Madalena e Sebastião desculpam-se pelas palavras injustas que disseram um ao outro nas discussões que tiveram e ela desiste de viajar para o Dubai, prometendo ficar a seu lado.

Hugo procura Kika para a reconfortar por ter perdido o avô. Ela não resiste a abraçá-lo, agradecendo-lhe por estar a apoiá-la no seu sofrimento.

Amélia chora a morte do pai e Patrícia afirma que ela tem de reagir. Descontrolada, Amélia grita que ele deve estar feliz com o que aconteceu e fica ainda mais perturbada quando Gonçalo aparece e dispara que ele é que devia ter morrido e não o pai. A sós com Patrícia, Gonçalo diz que quer ver Kika. No entanto e apesar do tratamento cordial, Kika recusa-se a falar com o pai e prefere ir passar com Hugo para o jardim. Gonçalo fica a sós com Patrícia e com tom ameaçador diz vai recuperar os 5 milhões de euros que ela roubou a Frederico.

 

Durante o funeral de Frederico, Beatriz Lacerda apresenta-se à família Queiroz e quando lhe perguntam quem é, responde que é a pessoa que vai ficar com tudo o que eles têm, provocando ainda mais consternação a toda a gente.

Beatriz invade o funeral de Frederico para reclamar junto da família Queiroz os 4 milhões de euros que ele lhe ficou a dever. Todos os presentes são apanhados de surpresa e Adelaide chega mesmo a dizer que se trata de mais um escândalo, enquanto Cremilde pede proteção divina para a neta. O padre Agostinho exige que se respeite o momento e Gonçalo arrasta Beatriz para fora do cemitério, depois de ela garantir que Frederico era dissimulado e falso e que ou pagam o dinheiro que ele lhe ficou a dever, ou fica com metade das empresas. Catarina, amiga de Beatriz faz com que Gonçalo a largue e leva-a para fora do cemitério. Beatriz promete contar-lhe mais tarde a razão pela qual está em litígio com a família Queiroz.

Depois do funeral de Frederico estar concluído, todos se interrogam sobre o motivo que levou Beatriz a perturbar a cerimónia. Amélia censura Gonçalo por querer resolver a questão com violência, enquanto André diz estar convencido que a questão não se resume a uma dívida, pois Beatriz teve a intenção de os chocar. Sebastião aconselha-os a encontrarem as explicações junto dos advogados e Gonçalo diz que vai falar com o doutor Pinto.

Henrique e Laurinda não se contêm e antes de deixarem o cemitério pedem explicações a Madalena por estar abraçada a Sebastião. A filha promete falar com eles em casa mas Henrique só não arma um escândalo porque Laurinda o impede.

Messias surpreende os pais por seguir os conselhos de Bento e ir apresentar-se nos treinos de captação do Vitória de Setúbal. Idalina comenta com João o incidente que marcou o funeral de Frederico e Vitória confirma com a mãe uma ida às compras para o enxoval do bebé, radiante com a beleza do filho. Messias paga mais dois euros de multa por insistir em falar bem de Rute.

Rute, em casa, exibe o seu cabelo depois de o ter tratado e perturba o estudo de Sílvia, fazendo com que ela saia para o quarto para ficar em paz. Adelaide aparece nesse momento e exige a Rute, utilizando uma linguagem em código, para que se aplique mais na recolha de apostas para o jogo do peixe, pois o dinheiro que está a faturar é manifestamente pouco. Ela responde que tem feito o que pode mas que a culpa é da crise, acrescentando que se ela não está contente pode recolher as apostas por si. Adelaide fica furiosa.

Elsa volta a discutir com Pedro quando namorado lhe chama a atenção dos excessos que tem cometido nos últimos tempos, acusando-a de estar diferente da pessoa que ele conheceu. Elsa argumenta que ele é que não quer acompanhá-la e pede-lhe um tempo para perceberem se realmente querem continuar juntos. Pedro fica muito magoado e vai embora, convencido de que ela está a acabar tudo entre eles.

 

Nuno pede Eva em casamento, de joelhos e com um anel de noivado na mão. Ela recusa e ainda cima o multa porque para a obrigar a ir ter com ele ao centro, bloqueou o acesso ao cais com os seus barcos. Nuno fica desiludido e zangado.

Henrique discute com Madalena quando ela confirma que desistiu de viajar para o Dubai e que voltou para Sebastião. A filha revela que ele deu mais uma vez prova do seu amor e arranjou forma de ela publicar o seu próprio livro com os textos que escreveu no blogue. Henrique, mesmo assim, não aceita a relação da filha com um homem mais velho. Já Laurinda assume que não se importa de que ela fique com o escritor, desde que não vá para longe.

No hotel, Sebastião confidencia a Martim que já não suportava ficar afastado de Madalena, confessando que ela lhe deu a volta à cabeça. Martim previne-o para o mediatismo que vai ter de enfrentar mas o escritor até está mais preocupado com a morte de Frederico, temendo que a irmã possa vir a ser acusada de ter assassinado o empresário. Martim fica desconfortável e comprometido por ter de dizer que não faz ideia de quem possa ter cometido o crime, pois sabe que quem matou Frederico foi Amélia.

De regresso a casa, Gonçalo, Antónia e André procuram descobrir o que levou Beatriz a interromper o funeral de Frederico, reclamando o pagamento de uma dívida de que ninguém tinha conhecimento. Na ausência de uma resposta, Gonçalo compromete-se a procurar o advogado do pai, certo de que ele saberá o que se passa. Antónia, por seu lado, confessa que não via Beatriz desde que os pais morreram. Gonçalo lembra-se entretanto de que o pai lhe confessou que tinha de pagar uma dívida com urgência e que precisava de recuperar o dinheiro que Patrícia lhe roubou, para não ficarem sem a fábrica. Antónia decide antecipar-se ao filho e vai ligar ao advogado.

Gonçalo vai ao encontro de Amélia que está na estufa da casa, a pretexto de saber como é que ela está e preocupado em manter a união da família. Amélia rejeita-o e André afasta-o da irmã, lembrando que ele ficou com a parte que ela detinha na empresa, chantageando-a. Gonçalo defende-se e argumenta que Amélia jamais conseguirá voltar a trabalhar e que ele não quer perder o controlo da fábrica, ainda mais agora que Beatriz apareceu em cena para lhes reclamar uma dívida. Para espanto de todos, Antónia confirma que tudo o que Beatriz disse no cemitério é verdade e explica que o advogado a informou de que a dívida existente é fruto de um empréstimo que Frederico fez, para não recorrer aos bancos. André questiona-se como é que vão arranjar o dinheiro e André dispara com malícia que o melhor é pedirem a Patrícia os 5 milhões que roubou a Frederico. Ela aparece nesse instante e reafirma que nada roubou e que o dinheiro que tem é o das suas poupanças. Gonçalo insulta-a e Antónia interrompe a discussão quando entende que ambos ultrapassaram todas as marcas. No entanto, Gonçalo ainda pergunta como é que ela arranjou dinheiro para tentar comprar parte das Conservas do Sado e com a dúvida que levanta, consegue que André e Antónia fiquem a duvidar de Patrícia.

nas redes

pesquisar