SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

195º episódio – 29 de abril (quarta-feira)

Frederico é detido pela polícia!

Christian Gnad

Gonçalo vai confrontar Rodrigo com as mentiras que disse sobre si, acusando-o de ter violado Helena. Rodrigo mantém a sua versão e Gonçalo precipita-se sobre ele, agarrando-o pelos colarinhos. Martim aparece nesse momento e salva o irmão, expulsando Gonçalo do hotel sob a ameaça de chamar a segurança se ele não aceitar sair a bem.

Leonor comenta com Júlia mais um escândalo protagonizado por Gonçalo e lamenta que Kika e Carlota tenham assistido às revelações que Rodrigo fez perante toda a família. A mergulhadora assume que não gosta do futuro cunhado, até porque ao encobrir Gonçalo, parece ser igual a ele. Júlia recebe uma mensagem de Elsa a informá-la de que vai para casa de uma amiga e desabafa que ela está a dar sinais preocupantes de rebeldia. Leonor diz que deve ser apenas uma fase da idade.

Gonçalo força a entrada na casa dos Queiroz mas Kika recusa-se a falar com ele. Antónia avisa-o que se não deixar a filha em paz até sem os dias de visita ficará. O telemóvel de Kika toca e Antónia atende, despachando Frederico, que insiste em falar com a neta. Gonçalo, estranha que o pai continue a procurar Kika e diz que não vai permitir que ele se aproxime dela. Antónia não lhe dá crédito e volta a pedir-lhe que se vá embora. Ele cumpre o desejo da mãe mas afirma que ela ainda vai dar o braço a torcer quando perceber que ele está inocente, desta vez.

 

Nuno fica incrédulo ao ouvir André detalhar-lhe mais um escândalo que envolve Gonçalo numa história de violência física e sexual com uma mulher. André ainda acrescenta que como se não bastassem todos os problemas que tem, Vera também recusou comprar-lhe parte da empresa. Eva aparece entretanto e fica frustrada porque Nuno recusa acompanhá-la no pequeno-almoço alegando que já está de saída para ir treinar com André. Catarina aparece entretanto e desabafa que decidiu não ir trabalhar porque dormiu muito mal, depois da discussão com Tiago, que ele nem bom dia lhe deu. Eva acha que ela e Nuno estão a jogar o mesmo jogo e pede ajuda a Catarina para conseguir reaproximar-se do namorado.

Mateus acaba a aplicação informática que estava a fazer e auto-elogia o trabalho que fez, arriscando que deve tratar-se da sua melhor criação. Henrique estranha o facto de ele ter terminado dentro do prazo estabelecido e ainda mais a sua determinação para ir reunir com o cliente. Laurinda vem de dentro e anuncia que foi convidada para oradora do congresso europeu de aquacultura. Mateus dá os parabéns à mãe, que fica irritada por Henrique desvalorizar aquele convite e dizer que não tenciona acompanhá-la.

Gonçalo vai ao escritório do doutor Pinto e pede-lhe que informe Frederico de que decidiu aceitar a aliança que o pai lhe propôs e que está disposto a reunir-se com ele nos escritórios da fábrica. Depois de Gonçalo sair, o advogado telefona a Frederico e informa-o de que o filho quer encontrar-se com ele, mas avisa-o que deve ter cuidado, pois a polícia quer que ele deponha.

Amélia convence Antónia a permitir que ela deixe a clínica e compromete-se a continuar os seus tratamentos em casa, prometendo que vai aceitar que Carlota viva com Leonor, argumentando que está farta de sofrer e que nada do que fez para evitar que elas ficassem juntas resultou.

 

Gonçalo deixa Frederico sem reação quando lhe diz, no seu gabinete, que nunca faria uma aliança com o homem que apontou uma arma à sua filha, forçando o pai a confessar que se deixou seduzir por Patrícia e que ela lhe roubou 5 milhões de euros que ele tinha numa conta secreta nas Ilhas Caimão. Gonçalo fica furioso por perceber que o pai foi para a cama com a sua própria mulher e mãe da neta e não resiste a agarrá-lo pelos colarinhos, empurrando-o contra a secretária. Frederico desaba a chorar e implora o perdão do filho. Gonçalo olha-o com desprezo, dizendo que a conversa fica por ali, ao mesmo tempo que dá entrada a dois polícias, sob o olhar derrotado do pai.

Frederico fica arrasado ao perceber que o filho acaba de o entregar à polícia. Gonçalo justifica-se e diz que tinha de proteger Kika e o resto da família, lembrando ao pai que colocou a sua filha em risco. Um dos agentes diz a Frederico que andavam à sua procura para o interrogarem e que poderá ligar ao advogado quando chegarem à esquadra.

Rodrigo fica satisfeito com a disponibilidade de Martim para lhe dar a parte que lhe pertence da herança dos avós e aproveita para pedir autorização para levar Carlota à festa de lançamento de uma exposição. Martim revela algumas reticências, dizendo que ele não é propriamente o tio mais responsável, mas acaba por aceder.

Patrícia oferece ajuda a André, propondo-se como sua sócia na hAPPy, para que ele consiga salvar a empresa. Apesar da generosidade que a cunhada revela, ele não se mostra recetivo a trabalhar com ela. Patrícia muda de assunto e faz-lhe sentir que a sua presença será importante para a mãe, durante a cerimónia de lançamento das novas conservas da empresa.

Leonor não se mostra muito inclinada a deixar Carlota ir sair à noite com Rodrigo, depois de este ter encoberto Gonçalo no caso de violência e violação de uma mulher. No entanto acaba por se deixar convencer, pois Rodrigo lembra que andou com a sobrinha ao colo, viu-a crescer e garante que seria incapaz de lhe fazer mal.

 

Joni fica radiante quando Clara lhe entrega o carro novo. No entanto, a namorada fica cheia de ciúmes quando ele justifica que não pode estrear o automóvel com ela para já, pois já combinou encontrar-se com Tina, porque ela lhe propôs dividirem a presidência da associação recreativa e ele aceitou. Joni assegura que não há motivos para que ela tenha ciúmes, mas Clara não confia.

Aurora põe as cartas do tarô a Tina, que desespera para confirmar quem é o seu admirador secreto. Henrique, que entra com Eva no bar de Vitória a escarnecer da excitação com que Laurinda está a preparar a sua viagem de trabalho, fica incomodado porque Aurora acaba por começar a ler-lhe o futuro, adivinhando-lhe conflitos sentimentais. Eva brinca com o pai e aconselha-o a ter cuidado, não vá a mãe trocá-lo por um espanhol qualquer.

Hugo oferece ajuda a Cremilde para a ajudar a carregar as compras mas o seu objetivo é deixar lá em casa o vestido que comprou a Tina. Depois de o conseguir, Hugo apressa as despedidas e vai-se embora para casa de Pedro. Uma vez em casa do amigo, solta a raiva que sente de si próprio por se ter metido numa embrulhada por causa de ter roubado um vestido a Rute para dar a Tina e que o obrigou a comprar outro para que ninguém desconfiasse dele. Hugo confessa que também não se conforma por Tina ter ficado a pensar que André é que é o seu admirador secreto. Pedro, por seu lado, mostra-se desiludido por Elsa o ter enganado e teme que voltem a discutir.

Catarina conta a Tiago que o seu nome apareceu no jornal com os desenhos que ela tinha enviado para o concurso em que ele ganhou o terceiro prémio. O filho finge-se desinteressado mas assim que fica sozinho vai espreitar o jornal, orgulhoso do seu sucesso. Catarina fica disfarçadamente a observá-lo e sorri ao perceber que ele está a mudar a sua atitude.

 

Gonçalo vai contar a Antónia que denunciou o pai à polícia, tentando justificar que o fez para proteger a filha. Kika recusa-se, mesmo assim a perdoá-lo e sai a chorar para o quarto. Amélia fica indignada com o irmão por ele ter atirado Frederico para a cadeia e Gonçalo protesta por o censurarem, quando o pai dormiu com a sua ex-mulher e ela o roubou. Patrícia aparece entretanto e volta a dizer que nunca se envolveu com o sogro, muito menos o roubou. Antónia desespera com mais uma discussão e expulsa o filho de casa. Amélia segue Gonçalo para se certificar de que ele vai mesmo embora. Patrícia jura a Antónia que nunca se envolveu com Frederico e que tudo não passa de um role de mentiras inventadas por Gonçalo para a prejudicar.

Amélia discute em surdina com Gonçalo e lembra-lhe que fizeram um acordo e que ele não pode continuar a chantageá-la sempre que precisa de si. Ele volta a ameaçar que contará a Carlota que ela provocou o aborto de Leonor se não o ajudar sempre que ele precise.

Frederico sai da audiência com o juiz com termo de identidade e residência. O advogado recomenda-lhe que convença Kika a não testemunhar contra ele, pois será a sua palavra contra a de Patrícia no julgamento. O empresário, destroçado, garante que a única coisa que pedirá à neta será desculpa.

Gonçalo pede a Leonor que o ajude a chegar à fala com Carlota mas a mergulhadora diz que ela não quer falar com ele e que foi a uma festa com Rodrigo. Gonçalo fica preocupado e avisa-a para os perigos que a filha corre junto do irmão de Martim, pois foi ele que violou e espancou Helena. Leonor acaba por também ficar inquieta, pois algo lhe diz que, desta vez, Gonçalo está a dizer a verdade.

 

Eva prepara um jantar romântico e pede Nuno em casamento assim que ele entra em casa. O namorado fica apavorado e não dá a resposta que ela queria. Eva, furiosa, pega na mala e vai-se embora, deixando Nuno sozinho em casa.

Filipe pede ao pai para ser seu fiador no empréstimo que pretende pedir para comprar a casa dos seus sonhos. O pai aceita ir ver a moradia, depois de ele dizer que quer ser o seu sucessor nos negócios, mas diz logo que não será por isso que aceitará ajudá-lo, embora demonstre toda a sua satisfação ao abraçar Filipe.

Mateus vangloria-se do seu êxito no mercado das aplicações e já divaga sobre a forma de gastar o dinheiro. Vitória censura-o por isso mas confessa que nunca pensou que ele conseguisse chegar onde já chegou. Rute aparece de surpresa, de véu na cabeça e finge-se arrependida do mal que fez a Messias, tentando reconquistá-lo com bolinhos antes de ele sair para o mar. João e Idalina ficam indignados com ela e preparam-se para a expulsar. No entanto, Messias nem lhes dá tempo e é ele próprio que a manda embora, dizendo em seguida que vai pôr os bolos no lixo porque podem ter veneno. Idalina agradece à Santa o facto por o filho estar curado.

Pedro descobre que Elsa roubou o relógio que disse que Gabriela lhe emprestou e não esconde o seu desagrado. Elsa diz-lhe com arrogância que se não gosta dela assim tem bom remédio, que é arranjar uma namorada nova.

Tina e Joni revelam alguma falta de entendimento na primeira reunião de trabalho, mas ele acaba por conseguir acalmar os ânimos e convida Rute para servir de modelo para um calendário que querem produzir.

Diogo explica a Madalena as vantagens e desvantagens de viver no Dubai. Sílvia esforça-se tremendamente para esconder os ciúmes e o quanto ainda gosta dele.

nas redes

pesquisar