SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

194º episódio – 28 de abril (terça-feira)

Rodrigo revela à frente de todos que Gonçalo violou Patrícia!

Christian Gnad

André desabafa com Diogo e revela que pode vender parte da empresa a Vera, na tentativa de a salvar. De seguida pergunta a Diogo se vai estar presente no jantar de Martim e Rodrigo e ele responde que não, justificando que não se sente à-vontade. André confirma que também não vai, pois não consegue suportar ver Martim com Leonor. Entretanto, André lembra-se que há muito não vê Diogo com o kit da diabetes. Ele mente, dizendo que está tudo bem.

Rute reclama para si parte igual da conta conjunta que tem com os irmãos, depois de Sílvia confirmar que se inscreveu no curso de gestão hoteleira com o dinheiro dessa conta. Daniel censura Rute e justifica que a despesa que está a ser feita na formação de Sílvia é um investimento de futuro. Rute sai indignada a dizer que o que está a acontecer é uma injustiça.

Tina e Joni fazem uma coligação para gerirem juntos a associação recreativa, pois ela reconhece que o trabalho é demasiado só para ela. O acordo é selado com um aperto de mão e não sem que antes se provoquem um ao outro. Messias e Vitória deixam-nos envergonhados porque assim que apertam as mãos, demoram para as largar. Entretanto, Tina recusa começar a trabalhar nesse mesmo dia, pois tem um jantar com um amigo. Joni fica com ciúmes mas disfarça a irritação.


Gonçalo procura Rodrigo e bate com violência à porta do seu quarto no hotel. Como ele não abre a porta, telefona-lhe para o telemóvel e arrasa-o, dizendo que já sabe que ele o traiu, pois falou com Helena que lhe contou que foi ele que a agrediu e violou. Rodrigo está a observar Gonçalo ao longe e desliga-lhe o telefone na cara, refugiando-se muito nervoso no gabinete de Martim. Teresa aparece nesse momento e ele pergunta pelo irmão, escondendo a ansiedade quando a secretária diz que ele tinha uma reunião, sem hora para voltar. Rodrigo pede uma bebida e descrição, pois não quer ser incomodado.

Sebastião mostra-se desolado e censura Martim por não lhe ter contado que Madalena pediu a demissão do hotel porque quer ir para o Dubai. O amigo aconselha-o a procurá-la para se reconciliarem mas o escritor encontra justificações na diferença de idades para não o fazer. Martim tenta arrancá-lo de casa e convida-o para ir ao jantar que vai ter com a família, mas Sebastião recusa.

Henrique censura Laurinda por ter ido pedir ajuda a Sebastião para evitar que Madalena vá para o Dubai. O armador prefere que a filha vá para longe, do que vê-la de novo com o escritor e lembra à mulher que é a segunda vez em pouco s dias que o desilude, pois antes encobriu Mateus. Ela dispara que se ele não faz nada pelos filhos, faz ela.

Filipe insiste em comprar uma casa para viver com Sara e os filhos, quando os houver. Ela reafirma que têm é de pagar as dívidas e só depois pensar nisso. Laurinda concorda com a nora e deixa Filipe encabulado ao perguntar como é que estão a correr as tentativas para Sara engravidar.

 

Bento segura nas mãos de Cremilde como se estivesse a pedi-la em casamento e convida-a para um jantar romântico. A peixeira aceita mas com a promessa de ser tudo por conta dele. Bento rouba-lhe um beijo e ela põe-no em sentido. Tina procura Adelaide e quando a avó se prepara para ir à missa, repreende-a, pois foi obrigada a dividir a presidência da associação com Joni, porque ela falsificou a votação. Cremilde censura a sogra por ter feito batota a favor de Tina mas ela desvaloriza o assunto.

Madalena mostra-se decidida a ir para o Dubai, depois de mais uma discussão com Sebastião e pede a Sílvia que marque um café com Diogo para que ele lhe dê algumas dicas, pois já lá viveu. Sílvia fica constrangida, mas disfarça, acrescentando que a sua história com Diogo está arrumada no baú, tal como a dela com Sebastião.

Pedro goza com Hugo e conta a Tiago que ele vai encontrar-se com uma senhora para jantar mas que vai ser corrido quando ela o vir. Tiago ouve a história sem grande interesse mas avisa Hugo que vai pagar muito dinheiro para jantar no Salinas de Tróia. Os amigos reparam que ele está aborrecido e Tiago conta que discutiu com a mãe porque ela mandou desenhos seus para um concurso e não lhe pediu autorização. Apesar de ter ganho o terceiro prémio, Tiago não perdoa a Catarina.

 

Rodrigo implora ajuda a Martim, dizendo que precisa desesperadamente de dinheiro para pagar uma divida que não sabia que tinha. O irmão recusa, mas ele propõe vender-lhe a sua parte da herança dos avós. Rodrigo fica agastado porque Martim diz que essa partilha ainda vai demorar, pois tem de falar com o advogado e porque ele o manda arranjar para o jantar de família.

Rodrigo esgueira-se para o quarto, com a preocupação de se esconder de Gonçalo.

Gonçalo espera por Rodrigo no bar do Hotel Salinas. Enquanto conversa com André, insiste para que ele lhe venda os cinco por cento que tem na empresa de conservas mas o irmão afirma que nunca lhe dará tal poder. Martim aparece entretanto e Gonçalo diz que está ali apenas para falar com o irmão dele. Martim responde que nem quer saber o motivo, pois deve ter a ver com dinheiro.

Carlota vai buscar o tio ao quarto quando ele se prepara para fugir. Ao ver a sobrinha, Rodrigo não consegue evitá-la e segue com ela para o jantar. Assim que o vê, Gonçalo vai ao seu encontro para conversarem. Rodrigo tenta deixar o assunto para depois do jantar, mas Gonçalo agarra-o por um braço e força-o a acompanhá-lo. A situação torna-se mais tensa e Rodrigo joga tudo para se safar. No exacto momento em que Antónia entra com Kika, Rodrigo acusa Gonçalo de ter violado e espancado uma mulher. Martim fica estupefacto, Leonor diz que aquela conversa não deve acontecer à frente das miúdas e André manda o irmão embora. Ele grita que é mentira e que foi Rodrigo quem violou a mulher. O irmão de Martim joga uma cartada ainda mais alta e acusa Gonçalo de ter violado até a própria mulher e que ela fez queixa dele. Leonor, Martim, Carlota e Kika ficam ainda mais chocados com estas revelações.

Depois de Rodrigo acusar Gonçalo de ter espancado e violado uma mulher, ele tenta defender-se e nega ter cometido tal crime, afirmando que foi precisamente o irmão de Martim a fazê-lo. Kika chora de raiva e grita que vai esquecer que Gonçalo é seu pai e que o odeia. Carlota pede a Leonor para ir para casa porque está maldisposta. Gonçalo ameaça Rodrigo, mas André diz ao irmão que ninguém acredita nele e impede-o de seguir Kika quando ela decide abandonar o hotel. Antónia segue com André atrás da neta e Martim proíbe Gonçalo de frequentar o Hotel Salinas.

Kika corre pelos corredores do hotel e cruza-se com Hugo. Ele percebe que ela está a chorar e Kika acaba por se deixar envolver no seu abraço. Antónia e André quebram o momento e Kika afasta Hugo, gritando para que a deixem em paz. Gonçalo agrava a situação e deixa a filha desesperada por insistir em falar com ela. Antónia expulsa Gonçalo com a ajuda de André e Hugo retira-se dizendo que tem um encontro. André sugere a Kika um passeio na marina para se acalmar e segue com ela e Antónia.

Entretanto, Martim confronta Rodrigo com as acusações que fez a Gonçalo mas o irmão mente e não retira uma vírgula ao que disse. Rodrigo mantém a história de que Gonçalo espancou e violou uma mulher e que a sua única culpa foi tê-lo encoberto. Martim ainda desconfia da história por alguns instantes mas o irmão consegue convencê-lo. Rodrigo acrescenta que quer desculpar-se a Carlota pela situação inconveniente que criou e defende que, tanto ela como Leonor, estariam melhor a viverem ali no hotel.

 

Hugo irrita o empregado do restaurante do hotel porque lhe pede um copo de água da torneira para beber enquanto espera por Tina. Quando ela chega para o seu encontro estranha vê-lo por ali mas Hugo esforça-se por ser romântico e diz que está ali para uma noite inesquecível. Tina diz que também está à espera de uma pessoa e que se vai afastar porque não quer ser vista com um miúdo. O rapaz fica frustrado e ganha coragem para reagir, enviando-lhe uma mensagem a dizer que está no balcão. Ela olha, vê André e vai ter com ele, convencida de que é ele o seu admirador secreto. Ele não percebe as insinuações e avanços da peixeira e despede-se dela a dizer que tem de se ir embora, pois está a meio de uma crise familiar. A peixeira, fica frustrada e Hugo irritado, quando ela diz que vai para casa porque a pessoa que ia jantar com ela teve que ir embora.

Elsa regressa a casa na companhia de Pedro e mais uma vez discute com Júlia, agora porque a mãe a repreende por não ter avisado que estava na Lataria com o namorado e Tiago. Elsa fica ainda mais irritada quando a mãe vê o relógio que ela tem no pulso e diz que não quer que ela ande com coisas emprestadas.

Catarina confessa a Eva a sua ansiedade por não conseguir falar com Tiago. O filho chega entretanto com Nuno e cumprimenta-a de forma rápida e seca. Catarina vai atrás dele para a cozinha e Eva fica a conversar com Nuno, mas acabam por entrar de novo em choque porque ele continua pouco interessado em casar, ao contrário do seu desejo, pois considera esse passo primordial para a seguir terem filhos.

Catarina tenta que Tiago lhe perdoe por ter enviado os seus desenhos para um concurso sem a sua autorização, fazendo-lhe ver que acabou por resultar, pois ele acabou por ganhar um prémio. O filho não desarma e Eva diz que foi ela quem sugeriu a Catarina que enviasse os trabalhos. O rapaz não desarma e deixa-as a falar sozinhas, depois de garantir que não vai à exposição nem tão pouco receber o seu prémio.

Madalena censura Laurinda por ter ido falar com Sebastião e lhe ter contado que ela tenciona partir para o Dubai. Henrique choca a filha e dispara que para ela esquecer o escritor até lhe paga a viagem para a Sibéria. Laurinda fica agastada com o discurso do marido e Mateus pede que se calem pois não consegue concentrar-se no trabalho. O pai liga a televisão, ignorando a vontade dele e sugere-lhe que arranje um escritório para trabalhar.

Rute tenta negociar com os irmãos e propõe esquecer que Sílvia está a tirar um curso pago com o dinheiro da conta que têm em conjunto, desde que eles também esqueçam as suas dívidas. Daniel e Sílvia recusam, pois recusam comparar os gastos em formação com a compra de vestidos e sapatos. Hugo não participa da conversa e justifica que acabou por ir para casa mais cedo que o previsto porque ficou sem paciência para aturar os amigos, escondendo que não teve coragem para se declarar a Tina nem para se apresentar como seu admirador secreto.

Tina continua convencida de que André é o seu admirador secreto e conta a Cremilde que já se encontraram mas que ele não assumiu os seus sentimentos, porque para além de estar a resolver um problema que deve ter sido criado por Gonçalo, também deve ser tímido. Cremilde fica preocupada por causa de Kika.

Patrícia envenena Antónia contra Gonçalo e diz que devia ir a tribunal tentar recuperar a guarda da filha. Antónia decreta que a família não precisa de mais escândalos e garante que, no que depender de si, Gonçalo nunca mais verá a filha.

nas redes

pesquisar