SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

183º episódio – 15 de abril (quarta-feira)

Frederico ameaça Patrícia de morte!

João pergunta a Messias se Bento já pagou o dinheiro que lhe deve e como o filho responde que não, decreta que antes de irem para o mar, irão cobra-lhe a dívida. João fica mais satisfeito quando Messias lhe conta que está a tentar esquecer Rute, concentrando-se na leitura e no trabalho da campanha de Tina para as eleições da associação.

Bento serve-se indevidamente do jantar que Catarina tinha preparado e ela obriga-o a ir ao supermercado para comprar e repor o que gastou, pois tem de contribuir para a dispensa da casa como toda a gente. Bento esquiva-se como sempre a gastar dinheiro mas Catarina não lhe dá qualquer hipótese de fugir às suas responsabilidades.

 

Frederico vai a casa de Cremilde exigir a Patrícia que lhe devolva o dinheiro que lhe roubou, dividindo o pecúlio a meias. Em contrapartida diz que aceita declarar que lhe doou o dinheiro, se ela retirar as queixas que fez contra ele e lhe der os testes de ADN que provam que a agrediu. Patrícia esconde atrás das costas uma faca, temendo que o sogro volte a atacá-la e elogia o facto de ele ter decidido ser razoável. Já quanto a devolver o dinheiro a conversa é outra, pois Patrícia diz que o não vai fazer. Ele irrita-se e ameaça matá-la. A nora diz então que vai pensar no assunto. Frederico decide ir embora assim que Adelaide aparece e questiona a neta sobre o que ele foi ali fazer, se foi buscar o dinheiro. Patrícia reafirma que não sabe de dinheiro algum e sai para beber um café.

Antónia confronta Vicente com o seu verdadeiro nome, tratando-o por Alberto e leva-o a confessar que é um acompanhante de luxo que Gonçalo contratou para a manter entretida enquanto ele gere sem oposição os negócios da família. Depois de saber toda a verdade, Antónia diz que lhe vai pagar para que não diga a Gonçalo, pois quer confrontá-lo de surpresa com o que fez.

Mateus conta a Vitória que a mãe aceitou deixá-lo trabalhar mais uns dias na programação informática, acreditando que ele vai conseguir trabalhar para um cliente importante. Vitória lamenta que Laurinda caia sempre na conversa dele mas Mateus reafirma que o descalabro da hAPPy se deu depois de ele sair e que o mais engraçado é estar a ficar com os clientes que eram de André. Vitória insiste que não acredita que ele seja capaz de ter sucesso e afasta-se. Patrícia aproxima-se de Mateus e diz que não pôde deixar de ouvir a conversa, lembrando-se bem de quando o seu cunhado o despediu. Ardilosa, Patrícia conta que conhece muita gente e que pode vir a arranjar-lhe algumas empresas que o queiram contratar.

Daniel procura André e informa-o de que a tia aceita a indemnização de 100 mil euros que ele ofereceu pela responsabilidade na morte do filho. Diogo lembra que o que era bom era que a senhora falasse com os amigos de César para pararem de atacar a empresa na internet mas Daniel confidencia que os amigos do primo estão muito revoltados com a morte dele.

Leonor confessa a Martim que lhe custa estar afastada do mar por causa da gravidez e ele faz-lhe ver que agora não pode abusar dos esforços. Leonor conta que combinou com Carlota jantarem juntas e Martim auto convida-se para lhes fazer companhia. Leonor aceita o jantar em família.

Gonçalo prepara-se para dar a entrevista na fábrica quando Antónia irrompe pelo gabinete e cancela tudo, pedindo ao jornalista que remarque o dia e a hora, avisando de que será ela a entrevistada e não o filho. Gonçalo indigna-se mas a mãe não se impressiona e vai mais longe ao afirmar que ele já não está à frente da empresa e que a partir daquela altura, ela tratará de todos os assuntos da fábrica. Gonçalo fica chocado e o jornalista fica a olhar para ele e para a mãe, alternadamente, sem saber o que dizer. 

Antónia confronta Gonçalo com o facto de ter contratado um gigolô para a seduzir, desviando-a das decisões da fábrica. O filho nega tudo e reafirma que sem ele ao leme, os negócios vão correr mal. Antónia ordena-lhe que arrume as suas coisas, pois no dia seguinte não quer encontrá-lo na fábrica. Gonçalo diz à mãe que não está a pensar bem e ela afirma que ele, ao contratar um prostituto para a seduzir, ultrapassou todos os limites. O filho responde que, tanto quanto sabe, ela tem andado muito contente com Vicente e Antónia perde a paciência e desfere-lhe um estalo, mandando-o desaparecer da fábrica.

André conta a Diogo que os amigos de César continuam a insultá-los, defendendo que são uns assassinos que deviam ir presos. Entretanto, André recebe uma chamada de Antónia e diz a Diogo que tem de ir visitá-la. O amigo conta que vai fazer serão na empresa e que assim dá mais espaço a Leonor para jantar com Carlota.

Frederico conta ao advogado que se encontrou com Patrícia e que tudo se encaminha para recuperar metade do dinheiro que ela roubou. O doutor Pinto fica perplexo quando Frederico assegura que ainda não desistiu de recuperar a totalidade do dinheiro, insinuando que a forma que tem de o fazer é esperar que a nora deixe de ter guarda-costas, para a matar quando isso acontecer.

Patrícia abraça Kika quando ela chega da escola, mas fica preocupada por vê-la mais próxima de Gonçalo, que a começou a reconquistar desde que a inscreveu numa regata em Miami. Cremilde troca um olhar preocupado com Patrícia mas nada diz. Kika responde depois à avó que Hugo não é seu namorado e que até o acha parvo. Patrícia convida a filha para a ajudar a escolher uma casa para morar e confessa que já se sente bem melhor, graças à forma como tem sido tratada pela sua avó. Cremilde emociona-se com as palavras da filha e diz que não deve ter pressa de se ir embora.

Hugo diz que Pedro é um sortudo por Elsa querer envolver-se intimamente com ele pela primeira vez, criticando Kika por não querer ir mais além com ele. O amigo faz-lhe ver que receia não estar à altura na sua primeira vez e diz que ele deve ter paciência e esperar, mas Hugo não está para seguir o seu conselho, pois está convencido de que vai conquistar Tina, agora que se transformou no seu admirador secreto. Farto de escrever cartas anónimas, Hugo decide enviar uma mensagem à peixeira.

Tina conversa com Vitória na Lataria e mente quando diz à amiga que não sabotou a campanha de Joni e que ele tratou sozinho de arruinar a sua candidatura à presidência da associação cultural, com as propostas machistas que fez. Tina sugere a Vitória que organizem uma noite de fados no bar e ela mostra-se pronta para organizar o espetáculo. Entretanto, Tina recebe a mensagem romântica do admirador secreto e fica tão curiosa como Vitória para saber quem ele é. Assim, pergunta-lhe na resposta quem ele é. Hugo fica atrapalhado e Pedro tem a certeza de que ainda vai ficar pior quando Tina lhe puser as mãos na cara. Ele, destemido, responde ainda com mais romantismo e Tina fica a pensar que o admirador é um rapaz muito bem-parecido que esteve no mercado e fica entusiasmada.

 

Tiago aconselha Carlota a não dizer a Amélia que vai jantar com Leonor e Martim mas a namorada conta que a mãe adotiva prometeu deixá-las em paz, embora ainda não saiba que Leonor está à espera de bebé. Carlota confessa que está entusiasmada com a ideia de vir a ter um irmão e pergunta a Tiago se não tem curiosidade em saber da sua família biológica. Ele responde que não vale a pena, pois foi abandonado. Carlota fica a saber que Tiago não contou a Catarina que já foram notificados para irem responder em tribunal pela falsificação de documentos e garante que ela vai ficar zangada com ele. Tiago diz que depois conta à mãe.

Sebastião recebe a visita de Martim que lhe chama a atenção por se ter isolado do mundo depois se ter zangado com Madalena. O escritor reafirma a sua mágoa mas acaba por reconhecer que a ama, que não consegue escrever sem a sua inspiração, mas que também não sabe como é que pode recuperar a confiança nela. Martim insiste que ele deve ir procurá-la.

André fica muito chocado quando a mãe lhe conta que Gonçalo contratou um prostituto para a seduzir, com o intuito de a manter longe da fábrica para a poder gerir como queria. As lágrimas percorrem a cara de Antónia, esmagada pela vergonha que sente. André aceita ajudá-la a gerir a fábrica e deseja não encontrar o irmão quando lá for com ela.

Gonçalo discute com Vicente, agastado por ele ter confessado o seu plano à mãe. O gigolô justifica que foi traído pelas informações que Leonor forneceu a Antónia e que a partir daí não podia continuar a mentir. Gonçalo diz que não lhe vai pagar a totalidade do dinheiro que tinham combinado e, em tom ameaçador, ordena-lhe que nunca mais lhe apareça à frente.

 

Amélia ajuda Catarina a ultimar o jantar e agradece por tê-la convidado. Ao mesmo tempo, confessa que fica com o coração apertado só de imaginar Carlota sentada à mesa com Leonor e Martim. Catarina confia que ela vai ultrapassar gradualmente aquela ansiedade e acredita igualmente que ainda vai ser muito feliz, sugerindo que façam juntas uma viagem, quando Amélia já estiver curada.

Carlota janta com Leonor e Martim e confessa-se muito feliz pelo bebé que a mãe espera e deseja que seja um menino, já que Kika afinal é sua irmã e o seu irmão gémeo morreu. Martim tenta não criar tensão em Leonor e tenta desviar o rumo da conversa.

Maria Rita e Diogo voltam a desentender-se porque ela se mostra determinada em ir trabalhar para o Porto e ele recusa-se a deixar André na empresa, bem como a deixar de viver com a irmã. Depois de a secretária sair, Diogo telefona a Sílvia e pede para falar com ela sobre os amigos do primo que morreu, pois não os deixam em paz por causa da morte de César. Sílvia diz que agora não pode e que a conversa terá de ficar para o dia seguinte.

Depois de desligar o telefone, Sílvia conversa com Daniel e ele conta que o quarto de Rute está cheio de roupa e sapatos, ainda com as etiquetas das lojas. Os irmãos combinam devolver às lojas o que puderem para atenuar o prejuízo que ela lhes deu com o cartão de crédito. Hugo fica interessado na conversa e começa a pensar para os seus botões que um daqueles vestidos vai servir a Tina na perfeição.

Laurinda é forçada a contar a Eva que Mateus não voltou a trabalhar com ela, porque lhe pediu para tentar trabalhar como programador, que é a sua área e do que gosta de fazer. A filha acha que o pai não vai gostar nada quando souber e Laurinda pede-lhe por tudo que não conte nada a Henrique.

Joni jura vingar-se de Tina por ela lhe ter sabotado a campanha mas Carla descobre a solução para ele recuperar os votos que perdeu, sugerindo-lhe que proponha iniciativas exclusivas para mulheres. Joni fica radiante e cobre a namorada de beijos.


nas redes

pesquisar