SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

166º episódio – 28 de março (sábado)

Antónia expulsa Patrícia e Frederico de casa!

Patrícia está deprimida por ter perdido a guarda de Kika e Frederico tenta animá-la, dizendo que a vai compensar por tudo o que tem passado. Nesse instante, Antónia entra em casa com Sebastião e diz que quer assumir as responsabilidades que o tribunal lhe atribuiu, mudando-se com Kika para aquela casa. Patrícia tem um momento de felicidade, pensando que assim ficará mais perto da filha mas Antónia, como quem larga uma bomba, diz-lhes que façam as malas para saírem dali ainda nesse mesmo dia. Patrícia e Frederico olham para Antónia com indignação.

Frederico e Patrícia contestam e recusam sair de casa para Antónia ir morar ali com Kika. O marido afirma que ela não tem moral para lhe exigir tal coisa e a nora suplica para que a deixe ficar junto da filha. Antónia mantém-se inflexível e, apoiada por Sebastião, dá-lhes até ao dia seguinte para se mudarem.

Gonçalo visita Kika em casa de Cremilde. A avó guarda alguma distância para lhes dar privacidade enquanto conversam. Gonçalo acalenta a esperança de passar mais tempo com a filha mas ela avisa que se ele começar a andar atrás dela em casa da avó Antónia, voltará rapidamente para casa da avó Cremilde. O pai fica desapontado e depois de Kika os deixar a sós, Cremilde diz-lhe que a filha não é parva e que sabe que para eles vale dinheiro. Gonçalo considera que a sogra vai ter remorsos por julgá-lo tão mal.

Júlia insiste em falar com Leonor sobre André e a amiga responde que não está interessada em conversar sobre ele, preferindo esquecer que ele existe. Carlota aparece nesse instante e Júlia encaixa a reprimenda deixando-a a sós com a mãe. Carlota fala claramente comprometida pelo facto de ter desistido de ir viver com Leonor e explica-lhe que só decidiu assim por ter receio de que Amélia cometa outra loucura e volte a tentar o suicídio. A mãe não nega que ficou desapontada mas acaba por abraçar Carlota e aceitar a sugestão para jantarem as duas com Martim no hotel.

 

Antónia conta a André que já comunicou a Frederico e Patrícia que os quer fora de casa para poder ir para lá viver com Carlota. O filho fica surpreendido, ainda mais depois dela assumir que também não quer que o pai volte às empresas, assumindo ela o controlo de tudo. Para isso, pede-lhe que lhe passe uma procuração para poder tomar decisões. André fica irritado por ver a família a desagregar-se e decide começar a ir às reuniões da empresa. Antónia acha uma boa decisão, pois poderá aconselhá-la.

Sebastião conta a Martim que Antónia impôs a Frederico e a Patrícia que deixam a casa livre para ela ir morar para lá com Kika. Martim reconhece que nunca pensou que a família chegasse ao ponto a que chegou e o escritor diz que para Amélia até foi bom ter ido para uma clínica, ficando longe das confusões. Entretanto, quando o tema de conversa passa a ser Madalena, Sebastião conta indignado que uma amiga dela lhe quis fazer uma entrevista sobre a história de amor que eles viveram. Martim faz-lhe ver que Madalena gosta muito dele e que por isso encerrou o seu blogue. Sebastião regista a informação com agrado mas insiste em que é tarde demais para se reconciliar com a namorada.

Já Madalena conversa com Vitória e lamenta que Sebastião não tenha compreendido o seu amor e a amiga fica incrédula por ela ter abdicado de um projeto de que tanto gostava.

Henrique e Laurinda conversam muito preocupados com o facto de Eva estar a viver com Nuno e não lhes ter contado nada. Henrique chega a temer que o rapaz seja gay como Ricardo e desiluda a filha uma vez mais. Laurinda está mais desagradada por ela estar a partilhar o quarto com o rapaz, com um namoro ainda tão recente.

Eva passa pelo centro de mergulho e troca alguns carinhos com Nuno, enquanto conversam sobre tornarem público o namoro, já que Henrique parece estar desconfiado de que eles estão juntos. Daniel fica desagradado quando vai chamar Eva para regressarem à capitania e os vê a dar um beijo.

 

Teresa pergunta a Martim se Leonor gostou do lindo ramo de flores que ele lhe enviou. Martim fica surpreendido mas tenta não demonstrar e apressa-se a pedir a Leonor que vá falar com ele ao hotel.

Patrícia continua a manipular Frederico e mostra-se muito abalada por ter perdido Kika e por Antónia lhes ter feito o ultimato para que deixem a casa. Fingindo-se deprimida, começa a insistir na ideia de fugir para qualquer lado, sabedora de que Frederico tem muito dinheiro no estrangeiro e que lhe pode proporcionar uma vida farta. Para dar consistência ao seu jogo, Patrícia beija o sogro.

Martim mostra-se desapontado com Leonor por ela ter escondido que André lhe mandou flores. Ela pede desculpa por lhe ter voltado a causar desconfiança, justificando que quis evitar mais discussões. Martim deixa-se beijar, mas não fica convencido com as explicações da noiva.

 

Rute irrita Idalina na fábrica quando lhe pergunta se sabe se Messias já foi tratar de comprar o descapotável que lhe prometeu. Sílvia esconde de Rute o que é que foi fazer a Lisboa, dizendo que foi fazer compras, em vez de confessar que foi tratar de se inscrever no curso de hotelaria.

Adelaide pede a Agostinho para fazer um exorcismo a Rogério, convencida de que ele está possuído pelo demónio e que é por essa razão que anda atrás das mulheres do bairro. O padre prefere falar com ele, pois considera que Rogério tem apenas um problema de comportamento. O carteiro apoia Agostinho e ela pergunta que tipo de padre é ele, arrependendo-se logo a seguir, pois a resposta é que se trata de um padre que quer deixar de o ser por amor. Adelaide bate em Rogério quando ele diz que o seu êxito junto das mulheres se deve a um magnetismo pessoal e umas boas gemadas de manhã.

Messias vai ter com Clara ao stand e reafirma a vontade de comprar um carro familiar em vez do descapotável que Rute cobiçou. Antes de tomar uma decisão, diz que vai ter de consultar a noiva.

Bento implora a Cremilde que aceite ir com ele ver os golfinhos do Sado mas nem o facto de se ajoelhar demove a peixeira, que o deixa a falar sozinho. Sem vontade de perder esta batalha, Bento aproveita-se de saber os segredos de Adelaide, ameaçando contar que ela é a mulher amada do padre, se não interceder por si junto de Cremilde, convencendo-a a ir passear com ele. Ela diz com resignação que fará por ele o que puder.

Elsa pede ajuda a André para lhe arranjar o computador e ele diz que primeiro que tudo tem de avisar a mãe de que está com ele.


Kika conversa com Pedro e Hugo no centro de mergulho e conta aos amigos que a avó Antónia a vai levar de regresso a casa para morarem apenas as duas. Nuno informa-os que, devido ao vento, não podem ir velejar e Kika decide ir para casa assim que vê a mãe a chegar. Patrícia convence-a a aceitar ir lanchar com ela, pois precisa de lhe falar.

Amélia fica furiosa com Frederico, por perceber que o pai só a foi visitar para que se junte a ele na luta com Antónia, de forma a não ser afastado das empresas da família. Amélia avisa, muito enervada, que vai entregar uma procuração à mãe, para não o deixar a gerir com Patrícia os negócios da família. Frederico insiste em afirmar que não tem um caso com a nora, mas só leva a que a filha discuta com ele.

Patrícia tenta convencer Kika a viajar consigo para Nova Iorque mas a filha recusa a deixar-se comprar, acusando a mãe de ter vergonha da avó Cremilde, dizendo que não é igual a ela. Patrícia fica indignada por Kika lhe levantar a voz e dá-lhe uma estalada quando ela afirma que ela casou com o pai para ser alguém e que agora, para continuar a ser uma Queiroz, decidiu ficar com o avô. Kika grita que a odeia, que nunca mais a quer ver e prepara-se para ir embora. A mãe segura-lhe o braço com força e ela grita de dor. Leonor aparece entretanto e ordena a Patrícia que largue a filha. Ela recusa e grita-lhe que não se meta. Perante as recusas sucessivas de Patrícia, Leonor perde a paciência e empurra-a com força. O olhar das rivais é de ódio, prestes a confrontarem-se.

Patrícia tenta intimidar Leonor mas esta resiste e acaba por dizer à frente de Kika que ela foi cúmplice na morte do seu pai e que deixou o seu filho abandonado à porta da igreja para morrer. Já para não falar que ia matando Diogo quando lhe trocou a insulina e que a entregou a Xavier. Kika fica estupefacta, enquanto a mãe olha para ela e, em desespero, afirma que Leonor está a mentir. Leonor, por sua vez, agarra Patrícia por um braço e arrasta-a para fora do hotel, voltando depois para junto de Kika a quem afiança que não queria que ele ouvisse o que ela disse.

Frederico procura Antónia, tentando demovê-la de o excluir das decisões da empresa e de expulsar Patrícia lá de casa. Antónia mantém-se intransigente e avisa-o novamente que Patrícia está a manipulá-lo para se dar bem na vida. De tal forma que até Kika já percebeu a mãe que tem. O empresário não esconde a sua irritação, lembrando que ela é que escondeu que tinha um amante, ao contrário de si, que não tem qualquer caso com a nora.

Júlia conversa com Idalina e confessa que tem receio de não conseguir tomar decisões, agora que está com a filha, sozinha no mundo. Idalina lembra-lhe que pode sempre contar consigo, com o mestre, até mesmo com Leonor ou com André. Júlia fica imediatamente constrangida ao ouvir tais nomes e desvia a atenção perguntando como vai a vida na fábrica. Idalina diz que está farta que Rute a aborreça, desejando que Messias abra os olhos antes de casar com ela.

Messias tenta convencer Rute a aceitar que ele compre um carro familiar em vez do descapotável, mas ela arma um escândalo e ameaça desistir outra vez de casar, se ele não comprar o desportivo que lhe prometeu.

Agostinho incita Rogério a que cumpra as penitências que ele lhe decretou e que não seduza todas as mulheres que lhe aparecem à frente. O carteiro afirma que talvez tenha saído ao pai, que devia ser um garanhão. O padre fica constrangido por não poder confessar que é o seu pai.

Cremilde incentiva, por seu lado, Tina a dar-se com outros amigos, pois desde que acabou o namoro com Daniel que não saiu com mais ninguém. Nesse momento tocam à porta e é Kika quem vai abrir, apanhando um grande susto, pois depara-se com Patrícia que se desfaz em desculpas por lhe ter batido. Cremilde e Tina ficam estarrecidas com o que ouvem e acabam por expulsá-la. Kika abraça-se à avó.

André leva Elsa a casa, depois de lhe ter arranjado o computador, mas Júlia fica perturbada por vê-lo e pede à filha que nunca mais o procure sem falar com ela primeiro. A André, Júlia confidencia que fica afetada por ter perdido a melhor amiga, culpando-se por se ter deixado levar por ele.

nas redes

pesquisar