SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

165º episódio – 27 de março (sexta-feira)

O juiz atribui a guarda de Kika a Antónia!

(c).RuiCarlosMateus.1954

Leonor garante a Carlota que não tem nada com André e a filha deixa-a mais descansada ao mostrar que acredita nela. Apesar disso, Carlota quer ouvir da boca da mãe que vai casar por estar apaixonada. Martim aparece nesse instante e quebra a conversa. Carlota disfarça e diz ao pai que estavam a falar sobre coisas de mulheres. Sem ter como fugir, Leonor aceita passar a noite com Martim.

Gonçalo faz companhia a Antónia ao jantar e pede-lhe que testemunhe a seu favor perante o juiz que vai atribuir a guarda de Kika. A mãe deixa claro que dirá apenas a verdade, lembrando-lhe que foi um pai negligente. Apesar de assumir a sua culpa, Gonçalo mostra-se confiante que a filha ficará consigo.

Patrícia enche Kika de presentes, mas a filha diz que não quer nada do que ela lhe ofereceu e reafirma que não quer ir morar com ela, nem com o pai. Patrícia fica furiosa com Cremilde e com Tina, acusando a mãe e a irmã de estarem a virar a filha contra ela. Tina troça da irmã e dispara que ela fez esse trabalho sozinha. Cremilde, por seu lado, revela que vai pedir a guarda de Kika, deixando Patrícia ainda mais fora de si.

Daniel incentiva Sílvia a tirar o curso de hotelaria, assegurando que vai ajudar nas despesas e combina com ela não dizerem nada a Rute, para que a irmã não fique a pensar que por causa disso vai poder gastar o dinheiro que lhe apetecer.

Bento lamenta-se por ter de pagar o quarto em casa de Nuno. Joni está entusiasmado por ir sair com Carla e contraria o empregado dizendo que ele deve estar cheio de dinheiro com o que recebe do jogo do peixe. Bento mente e diz que não ganha tanto dinheiro como ele pensa. Joni tenta saber com quem é que ele trabalha, mas Bento diz que não conhece as pessoas.

Nuno insiste com André para que esqueça Leonor mas o amigo confessa que não é capaz, acreditando que ela também o ama.

Laurinda conversa com Sara no pomar e conta-lhe que Filipe está destroçado por estarem separados. Sara não aceita que o marido lhe tenha ido falar em ter filhos, agora que ela está a gerir o seu próprio negócio.

 

Tina testemunha perante o juiz na audiência pela guarda de Kika e fica atrapalhada quando é obrigada a confirmar que a sobrinha vive numa casa com apenas dois quartos para cinco pessoas e que recentemente os bombeiros tiveram de intervir por causa de uma fuga de gás. Cremilde olha em pânico para Tina, enquanto Gonçalo esboça um sorriso de satisfação. Patrícia e Frederico também ficam satisfeitos com o rumo que a audiência está a levar.

Bento obriga Adelaide a aumentar a sua percentagem de lucro no jogo do peixe, ameaçando contar a toda a gente que ela é a mulher que fez com que o padre Agostinho tenha decidido abandonar o sacerdócio.

Antónia testemunha no tribunal que a nora e o marido se envolveram intimamente e que, por isso, acha que Kika não deve ficar com a mãe. Patrícia reafirma que se tratou de um equívoco e Frederico fica irritado. Antónia continua a responder às perguntas do juiz e confirma que a neta já disse que não quer viver com a mãe nem com o pai. Já sobre Cremilde, atesta que se trata de uma excelente pessoa, embora não possa dar a Kika o conforto a que ela está habituada. O juiz retira-se para conferenciar com os advogados e Cremilde aproxima-se de Patrícia, dizendo-lhe que se ela tivesse consciência, faria a vontade à filha. Patrícia responde-lhe que Kika é muito nova para saber o que é melhor para si. Gonçalo espicaça a ex-mulher e diz que está convencido de que a guarda da filha lhe será atribuída.

Amélia prepara-se para ir para a clínica onde se vai tratar e conversa com Carlota, radiante com a perspetiva de morarem juntas quando regressar. A filha esboça um sorriso amarelo, pouco entusiasmada. Martim entra no quarto de Amélia e conversa cordialmente com ela, mostrando-se feliz com a sua opção de se tratar.

Para surpresa geral, o juiz que decide a atribuição da guarda de Kika pergunta a Antónia se aceita ficar com a neta a seu cargo. Antónia é apanhada desprevenida mas aceita ficar com a menina.

Patrícia protesta de indignação assim que o juiz atribui a guarda a Antónia. Frederico não esconde a sua surpresa e Gonçalo não perde a oportunidade de provocar Patrícia, que se dirige à sogra para dizer que não é justo o que ela lhe está a fazer. Antónia percebe o desconforto de Cremilde e garante-lhe que não impedirá que a neta continue a vê-la.

 

Maria Rita constata que Diogo já convive melhor com o facto de ser diabético e ele reconhece que a ajuda da associação tem sido fundamental para isso. Entretanto, Diogo convida a amiga para jantar e vai ter com André, que está alheado de tudo por causa de Leonor. Diogo reafirma que a irmã lhe disse que quer que ele a deixe em paz e André responde que ela pode ficar descansada porque é isso mesmo que vai fazer.

Carlota despede-se de Amélia antes de ela ir para a clínica e volta a prometer que não irá morar com Leonor. Catarina aparece com Tiago, pois vai levar Amélia à clínica. Depois de elas saírem, Tiago diz a Carlota que ela não devia ter cedido à chantagem emocional de Amélia e devia ter ido morar com Leonor. Carlota responde que quando a mãe adotiva estiver curada, as coisas mudam.

Patrícia chora por ter perdido a filha e Frederico mostra-se preocupado pelo revés que sofreu, uma vez que agora será Antónia a gerir o património da família, afastando-o por certo da condução das empresas. Patrícia teme voltar a ficar sem nada e Frederico acolhe-a nos seus braços, garantindo que enquanto for vivo nada lhe faltará. A expressão de Patrícia revela uma grande frieza quando balbucia que está ansiosa por construir um futuro com ele.

Antónia comunica a Gonçalo que vai querer participar nas decisões das empresas e que não vai deixar tudo nas mãos dele. O filho ainda tenta argumentar que nunca iria roubar o que pertence por direito às suas duas filhas. Antónia não esconde que não confia nele e a única consolação de Gonçalo é o facto de Patrícia não poder tocar em mais nada que seja da família. Antónia mostra o receio de que ela já os tenha defraudado.

 

Cremilde desabafa no mercado com Tina, lamentando que Kika não fique a morar com elas. Joni dá largas à sua satisfação pela noite de sonho que passou com Clara, aproveitando para provocar Tina. Bento elogia a elegância de Cremilde e convida-a para jantar em casa de Nuno, onde agora está a morar. Cremilde não está para conversas e responde que não janta com aldrabões.

Adelaide bate em Rogério e obriga-o a confessar que é o Casanova do Sado, ralhando com o filho que já foi o responsável por terem fugido de Odemira quando se meteu com a mulher do chefe dos correios. Para aplacar a fúria da mãe, Rogério lembra que ela também andou metida no jogo da bolha e que ficou com o dinheiro de muita gente. Adelaide continua a bater no filho e ele promete que nunca mais se mete com as mulheres alheias.

Júlia pede desculpa a Leonor por se ter enganado com uma marcação no centro de mergulho. Percebendo que a amiga está aborrecida com ela, volta a lamentar por se ter envolvido com André. Leonor responde-lhe mal e exige-lhe que não se meta na sua vida privada. Júlia fica magoada e vai embora com as lágrimas nos olhos. Leonor acaba por perceber que se excedeu.

Antónia vai a casa de Cremilde reafirmar que, apesar de ter ficado com a guarda de Kika, não a vai afastar da neta, pedindo-lhe inclusivamente que continue a olhar por ela, enquanto não arranja casa para morarem. Cremilde fica agradada com a atitude de Antónia. Kika regressa da escola e é apanhada de surpresa quando as avós lhe dizem que o juiz decidiu que ela vai viver com Antónia. No entanto, acaba por ficar satisfeita, afirmando que a única coisa que não queria era ficar a viver com os pais.

Joni confidencia a Bento que vai levar Clara a ver os golfinhos do Sado. Bento faz-se logo convidado para os acompanhar com Cremilde mas Joni diz que isso está fora de questão.

Henrique aparece no centro de mergulho, para surpresa de Nuno e Júlia, dizendo que já andava há algum tempo para ir conhecer o espaço. Nuno fica desconfiado, temendo que Henrique já saiba que ele namora com Eva.

Filipe fica destroçado, depois de Laurinda contar que a conversa que teve com Sara no pomar a deixou ainda com mais dúvidas de que eles consigam salvar o casamento.


Madalena pede a Matilde que não escreva a reportagem sobre Sebastião mas a amiga jornalista mostra-se inflexível e garante que não vai perder a oportunidade de melhorar a sua carreira, publicando uma grande história de amor. Madalena fica irritada e angustiada.

Antónia conta a Sebastião como decorreu a audiência pela guarda de Kika em tribunal, confessando que não gostou de ver a família em guerra. O irmão reconhece que a menina fica muito bem com ela e Antónia diz que precisa da sua ajuda para resolver o problema da casa onde vai morar com ela.

André equaciona a possibilidade de se afastar do centro de mergulho para não se cruzar com Leonor mas Nuno opõe-se, dizendo que não quer perder o seu companheiro de vela e que ele tem é de esquecê-la.

Leonor não esconde a sua revolta por Amélia ter conseguido evitar que Carlota fosse viver consigo. Martim tenta acalmá-la e faz-lhe ver que tem de ter um pouco mais de paciência até que Amélia esteja curada. Entretanto, pergunta se André voltou a procurá-la e Leonor mente, assegurando que nunca mais o viu.

Amélia dá entrada na clínica, receando não ser capaz de aguentar a ansiedade por ali estar. Catarina apoia a amiga e diz que ela tem de concentrar-se na cura, para depois encarar a vida de outra forma.

Kika conta a Pedro, Elsa e Hugo que o tribunal decidiu que vai viver com a avó Antónia. Hugo teme que ela deixe de se dar com eles mas Kika garante que isso não vai acontecer. Quando ficam a sós. Hugo e Kika beijam-se.

nas redes

pesquisar