SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

160º episódio 22 de março (domingo)

Amélia droga e rapta Carlota!

(c).RuiCarlosMateus.1954

Henrique vai com Laurinda ao Hotel Salinas pedir a Madalena que volte para casa, prometendo não provocar discussões nem recriminá-la pelas suas decisões. Madalena fica comovida e promete pensar no assunto.

Leonor cruza-se com André no centro de mergulho e apressa-se a acabar com o momento de constrangimento, pedindo a Nuno para falarem a sós. André fica com Júlia e ao perceber que ela está pouco à-vontade consigo, diz que apesar do que se passou entre eles, estará ali sempre para a apoiar, pois ela queixa-se que não está a ser fácil lidar com a morte de Xavier.

Frederico e Patrícia encontram-se num hotel e conversam com alguma tensão sobre os problemas familiares. Ela fica irritada quando ele pergunta se ela quer preservar a guarda de Kika por amor à filha ou para continuar a gerir os bens dele. Perante a indignação da nora, Frederico desculpa-se e deixa-se seduzir por ela, acreditando que fala verdade ao dizer que não suporta estar sem ele. Os dois entregam-se a beijos escaldantes e caem na cama com grande desejo.

 

Amélia coloca tranquilizantes num iogurte que de manhã oferece a Carlota, antes de a levar a casa de Leonor. Carlota não quer beber o iogurte mas acaba por fazer a vontade a Amélia, que exibe um sorriso tranquilo. Carlota mostra-se impaciente e pressiona Amélia para que a leve a casa de Leonor. A mãe adotiva vai arranjando pretextos para adiar a partida, esperando que os soporíferos que colocou no iogurte da filha façam efeito.

Catarina comenta com Tiago que Amélia lhe ligou a dizer que vai passar uns dias com Carlota e estranha quando o filho responde que isso não deve acontecer, pois Carlota vai mudar-se nesse mesmo dia para casa de Leonor. Catarina fica perplexa, receando que essa decisão deixe Amélia ainda mais perturbada e liga-lhe. A amiga não atende e Catarina, preocupada, afirma que lhe ligará mais tarde.

Nuno mostra-se feliz por Leonor ter finalmente a possibilidade de viver com a filha e diz-lhe para tirar a tarde para receber Carlota. Nisto, André aparece e depois de Nuno o deixar a sós com Leonor, insiste para que ela desista do casamento com Martim, para finalmente poderem ficar juntos. Leonor não transige e pede a André que respeite a sua decisão, reforçando que a prioridade da sua vida é Carlota e que a união com Martim vai dar-lhe a estabilidade que ela precisa. André fica mais uma vez destroçado.

Quando Sebastião pensava que já se tinha visto livre de Bento, eis que ele lhe reentra em casa com um peixe enorme nas mãos, dizendo que se trata de um agradecimento ao escritor por lhe ter dado guarida. Sebastião mostra-se agastado com o facto de Bento ter usado as chaves de Madalena e incomodado por ele ainda não ter ido embora. Com a sua habitual lábia, Bento consegue que Sebastião sinta que está a ser indelicado e aceite almoçar com ele. Bento garante que depois de lavar a loiça se vai embora, pois já alugou um quarto que está a ser preparado para o receber.

Vitória reconhece a Eva que a família dela a está a tratar muito bem enquanto acautela a sua gravidez, depois de quase ter perdido o bebé. João e Idalina aparecem para visitar a filha e Henrique convida-os para almoçarem em família, acrescentando que não se esqueçam de chamar Messias e Pedro. Mateus fica entusiasmado com a reunião familiar. Laurinda esboça um sorriso amarelo, não muito satisfeita com a ideia do marido.

Messias suplica a Aurora que interceda por si junto de Rute convencendo-a a não desistir do casamento. A vendedora de legumes fica com pena dele, aconselhando-o a observar melhor os gostos de Rute, dando a ideia que se Messias abrir os cordões à bolsa, conseguirá convencê-la facilmente.

Com Carlota já dentro do carro, Amélia espera que ela adormeça e tira-lhe o telemóvel, escrevendo uma mensagem a Leonor, avisando que afinal decidiu ir passar o dia com a mãe adotiva e que só irá para sua casa no dia seguinte.

Leonor ultima com Martim os preparativos para receber a filha e quando recebe a mensagem que julga ser dela, estranha que tenha adiado a ida para a sua casa. Perante a ansiedade de Leonor, Martim sugere-lhe que ligue à filha mas quando ela o faz não obtém resposta. Martim telefona então para Amélia e esta confirma que ela e Carlota vão passar o dia juntas e que a filha só não atendeu o telefone porque está a fazer uma compra na estação de serviço. Apesar da explicação, Leonor continua desconfiada.

Diogo faz por se encontrar com Sílvia quando ela vai correr e pede-lhe mais uma oportunidade para conversarem com calma, pois acha que ela não teve motivos para acabar com ele. Sílvia mostra-se seca e responde que eram os suficientes. Diogo fica triste a vê-la ir embora.

Messias vai pedir a Daniel que convença Rute a voltar para ele. O amigo insiste em dizer que a irmã não é mulher para ele e que enquanto rastejar por ela, Rute fará dele o que quiser.

 

Gonçalo diz a Patrícia que aceita dar-lhe o divórcio sem lhe cobrar os créditos compensatórios a que teria direito por tê-la sustentado e formado enquanto viveram juntos. Ela fica indignada mas Gonçalo não se impressiona e diz que está disposto a pagar o preço que ela fizer para ficar com a guarda de Kika e criar a filha sem as suas interferências. Frederico entra nesse momento e Patrícia conta que Gonçalo aceita dar-lhe o divórcio. Ele provoca o pai e ironiza dizendo que assim Frederico fica com o caminho aberto para a sua crise de meia-idade.

Quando fica a sós com o sogro, Patrícia garante-lhe que Gonçalo vai usar a fotografia do beijo que deram para lhe tirar a filha. Frederico diz a Patrícia que vai falar com Kika para a convencer a voltar para casa.

Leonor lamenta a Diogo que Carlota ainda não lhe tenha devolvido a chamada para explicar porque é que decidiu ir passar o dia com Amélia. O irmão desvaloriza a questão e responde que só tem de esperar mais algumas horas para ter a filha consigo em definitivo. Entretanto, recebe uma chamada de Maria Rita a convidá-lo para ir ver uma exposição. Leonor pergunta se ele tem alguma coisa com a secretária mas Diogo responde que são apenas amigos e que ainda gosta de Sílvia apesar de ela não querer nada com ele. Leonor insinua que Sílvia pode ter acabado o namoro por ciúmes, lembrando que as mulheres às vezes são muito inseguras. Diogo fica a pensar no assunto.

Sílvia fica estupefacta ao ver Rute entrar em casa toda arranjada e cheia de sacos com compras, pois não encontra explicação para ela ainda ter dinheiro naquela altura do mês. Rute assume que está a gastar o dinheiro dos presentes de casamento e Sílvia, escandalizada, critica-a por não devolver os presentes e já que não o quer fazer, por não dividir o que recebeu com Messias.

Frederico procura por Kika no bairro de pescadores e encontra-a na Lataria a lanchar com Cremilde, Pedro e Hugo. Os rapazes combinam com ela uma ida ao cinema e vão embora. Kika fica muito contrariada por ver o avô ali, mas ele tenta levá-la a uma esplanada de que ela muito gosta, para conversarem só os dois. Kika diz que não quer falar com ele, nem lhe perdoa por se ter envolvido com a mãe. Frederico insiste em dizer que tudo não passou de um equívoco e que Gonçalo tem feito tudo para o desacreditar. Kika argumenta que o pai não inventou o beijo que ela viu na fotografia e, já a chorar, pede a Cremilde para irem embora. A avó diz a Frederico que ninguém poderá concertar o estrago que fizeram no coração da neta e vai com ela para casa. Frederico fica sem reação.

Quando chegam a casa, Cremilde e Kika encontram Tina e Joni a discutir. Ele quer que ela o ajude a pagar a substituição dos cartazes de promoção ao mercado mas Tina recusa-se a ajudá-lo a reconquistar a vendedora de automóveis e os insultos sucedem-se, até que ela o põe na rua. Kika assiste divertida à cena e irrita a tia, dizendo que deu para perceber que ela não o odeia.

No almoço de família em casa dos Pelicano, Laurinda e Idalina tentam impor as suas sobremesas como a melhor da refeição. Messias chora de amor por Rute e Filipe chora de amor por Sara. João e Henrique criticam-nos por isso, enquanto Mateus está mais preocupado em ir para perto de Vitória e em levar-lhe os doces do almoço. Eva fica irritada com Laurinda que insiste em saber se ela tem realmente namorado.

Bento termina o almoço e elogia as capacidades culinárias de Sebastião. Quando o escritor pensa que finalmente se vai ver livre dele, Bento senta-se para fazer uma pequena sesta.

Frederico conta a Patrícia que a conversa com Kika foi um desastre e que a neta olha para eles com repulsa. Patrícia fica muito tensa e responsabiliza Gonçalo, incentivando o sogro a fazer tudo para que o património da família não vá parar às mãos dele.

João leva a casa de Leonor um bolo que Idalina fez, quando soube que Carlota vai viver com ela. Leonor mostra-se angustiada com o facto de a filha ter adiado a ida por um dia, temendo que ela tenha mudado de ideias. O mestre faz-lhe ver que dentro em breve a terá consigo de vez.

nas redes

pesquisar