SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

157º episódio 19 de março (quinta-feira)

Leonor trai Martim e faz amor com André!

(c).RuiCarlosMateus.1954

Mateus mostra-se orgulhoso por ter vendido a sua aplicação informática e por ter aberto uma conta poupança para o filho. Henrique fica surpreendido e satisfeito ao mesmo tempo, desejando que os êxitos do filho continuem. A conversa muda de figura quando ele diz que se calhar era melhor deixar de trabalhar com a mãe e dedicar-se exclusivamente à programação informática. Henrique e Laurinda opõem-se e não lhe deixam alternativa. Henrique deixa a mulher e o filho a sós e Laurinda aproveita para saber notícias de Bento. Mateus conta que o viu de manhã a lamentar-se da vida no bar de Vitória e Laurinda confessa estar preocupada por não saber onde é que o irmão está a dormir.

Ardiloso, Bento choraminga e implora a Eva que o deixe dormir no seu quarto só por uma noite e ela, depois de muito resistir, acaba por dar abrigo ao tio.

Joni, por seu lado, convence Catarina a convidar Carla para jantar lá em casa, usando o pretexto de querer mudar de carro. O peixeiro implora à amiga que o ajude a reconquistar a namorada perdida. Entretanto, Bento entra na sala e vai buscar uma cerveja que bebe com gosto, para comemorar o facto de ter convencido a sobrinha a deixá-lo dormir lá em casa naquela noite. Joni nem quer acreditar que Eva tenha cedido, enquanto Catarina ri da situação.

 

Patrícia vai a casa da mãe para levar Kika consigo mas Tina recebe-a com sete pedras na mão e a filha recusa-se a regressar com ela, incapaz de lhe perdoar que se tenha envolvido com o avô Frederico. Cremilde sai em defesa da neta e exige a Patrícia que volte para o seu mundo de ricos e deixe a filha em paz. Kika, perturbada, garante que foge se Patrícia a obrigar a ir com ela. A mãe assegura com sinceridade que vai respeitar o seu desejo mas que nunca vai desistir dela. Tina diz orgulhosa para si que a sobrinha tem fibra.

André desabafa com Nuno, triste por Leonor ter aceitado casar com Martim, certo que pesou na sua decisão o facto de ele se ter envolvido com Júlia. Nuno contraria a ideia do amigo e deixa-o ainda mais perplexo, pois acha que ela gosta mesmo de Martim e que está decidida a constituir família com ele e com Carlota.

Diogo faz sentir a Leonor que não gostou de ser o último a saber que ela aceitou casar com Martim e, depois de ela se desculpar, pergunta se ela não estará a agir sob pressão. Leonor fica desconfortável mas não responde, pois a conversa é interrompida por um telefonema que Diogo recebe, obrigando-o a voltar à empresa para resolver um problema informático que surgiu num hotel.

Rute consegue finalmente fazer com que Messias caia na sua armadilha, para desfazer o noivado. Envia-lhe um bilhete para que vá a sua casa, com os olhos vendados. O rapaz cumpre as instruções, mas depois de entrar, quem o recebe é Aurora que se apressa a deixá-lo em cuecas e a beijá-lo. Messias percebe tarde demais que está com outra mulher, pois Rute entra de rompante em casa e faz o papel de mulher traída, acabando com o noivado ali mesmo e perseguindo o namorado até casa dele, ora atirando-lhe com coisas, ora batendo-lhe. Na rua, a perseguição continua e Joni comenta que Messias deve ser o Casanova do Sado. Entretanto, Idalina diz a João que devem acompanhar Júlia no funeral de Xavier, mas o marido fica contrariado e responde que ele não merece. O casal fica chocado ao ver o filho entrar-lhes em casa em cuecas e perseguido por Rute que finge chorar, dizendo que está tudo acabado porque o apanhou com outra na sua própria casa. João impõe respeito, Messias chora, Rute vai embora e Idalina agradece a Deus por se livrar dela.

Diogo começa a fazer serão na hAPPY para resolver o problema informático do seu cliente. Maria Rita oferece-se para ajudar e leva comida para não passarem fome. Ele dá-lhe instruções, que a secretária acata toda satisfeita.

Aurora avisa Rute que tem de convencer Messias a ficar calado, pois o marido não pode sonhar que ela esteve com ele. Sílvia ajuda Vitória no bar e Eva conta que Madalena não apareceu porque Sebastião discutiu com ela, desagradado com as publicações sobre a sua vida no blogue.

Sebastião regressa a casa e tem uma discussão de tal forma violenta com Madalena, que ela se vai embora furiosa, depois de ele a tratar como sua filha.

 

Amélia conversa com Gonçalo e desabafa a sua mágoa por Martim ir casar com Leonor. Patrícia chega nesse instante e fica irritada por encontrar Gonçalo a conversar com Amélia. Esta diz que convidou o irmão, mas retira-se por não conseguir ficar ao pé da ex-cunhada. Gonçalo provoca Patrícia e avisa-a que já entrou com o pedido de guarda total de Kika. Ela fica furiosa.

André vai a casa de Leonor para lhe contar que Patrícia foi acusada por Lucas de ter ajudado Xavier a raptá-la. Os dois não escondem que erraram ao envolver-se com Júlia e com Martim para tentarem esquecer-se e acabam por trocar um beijo apaixonado e balbuciam o quanto se amam. Impotentes para resistir àquele sentimento avassalador, entregam-se um ao outro deixando para trás tudo o que os tem separado.

Frederico vai ao quarto de Patrícia, determinado a perceber se ela entregou Leonor às mãos de Xavier e se Lucas falou verdade ao acusá-la. Ela reafirma que o pescador mentiu, provavelmente para salvar a própria pele e que Gonçalo pode ter pagado para que ele a acusasse. O sogro não dá mostras de ficar convencido e Patrícia faz-se de vítima e começa a despejar roupas numa mala, dizendo que prefere sair de casa e que ele reverta a doação do património da família, pois não quer saber do dinheiro dele e está mais interessada em recuperar Kika. Frederico rende-se e pede-lhe que não vá embora porque confia nela. Patrícia aceita, sem desfazer a expressão dura com que desempenhou o seu papel de inocente.

Carlota critica Amélia por lhe ter escondido que a tia tem um caso com o avô, mas aceita a explicação de que ela o fez para a poupar a mais um escândalo familiar. Amélia acrescenta que, aliada a Gonçalo e André, conseguiram correr com Patrícia da fábrica. Carlota elogia a mãe e quando Amélia mostra desagrado ao saber que ela vai mergulhar com Leonor, faz-lhe ver que gosta das duas e que são ambas suas mães, preferindo que aceite isso com normalidade. Amélia parece ceder ao desejo da filha.

Depois de fazer amor com André e de ouvi-lo dizer que não a quer perder de novo, Leonor olha o anel de noivado que Martim lhe deu e começa a vestir-se, desconfortável por ter cedido à tentação, considerando um erro terem-se envolvido de novo. André tenta convencê-la a romper com Martim, pois não pode casar com alguém que não ama. Leonor afirma que não pode desiludir Carlota e pede para ficar sozinha, pois precisa de colocar as ideias em ordem. André, por seu lado, pede-lhe que não se esqueça deles.

 

Bento recolhe as apostas no mercado e Tina comenta que está toda a gente a separar-se. Ele responde que Cremilde, a sua pescadinha, bem pode dar as voltas que quiser ao aquário, que irá sempre parar no seu coral. A conversa estende-se à separação de Rute e Messias e Bento conta que Joni acha que o filho do mestre João é o Casanova do Sado. Tina acha que Joni deve estar todo contente por ter Rute disponível mas Bento assegura que o patrão está é caído por Carla, a misse Fórmula 1. Kika chega com Cremilde ao mercado, muito observadora daquela realidade. Tina convida-a a ajudar a amanhar o peixe mas a sobrinha prefere ficar apenas a ver. Bento ganha coragem e mete conversa com Cremilde, tentando que ela perdoe o facto de ter fingido estar imobilizado numa cadeira de rodas.

Hugo está em casa com os irmãos e recebe uma foto de Kika no mercado. Rute diz que se é para brincar aos pobrezinhos é melhor ir ali para casa. O irmão responde que ela está é interessada no dinheiro que Kika representa e Daniel exclama que até o miúdo a topa. Quando fica a sós com Rute, Daniel diz-lhe que ela devia ir buscar Messias ao cais e reconciliar-se com ele. A irmã responde contundente que não vai voltar atrás e que o noivado acabou.

Quando André chega à empresa, encontra Diogo e Maria Rita a dormirem, depois de uma noite de serão, acordando-os para irem dormir para casa. Diogo aproveita para contar que confirmou que Leonor está noiva de Martim e estranha que André diga que duvida que eles casem. Sem poder confessar a Diogo que passou a noite com Leonor, André pede-lhe que faça ver à irmã que tem de pensar nela também. Diogo acha, no entanto, que Leonor está feliz com Martim e Carlota e o amigo não insiste em continuar a conversa.

Martim surpreende Leonor em casa com um ramo de flores e pede desculpa por se ter zangado com ela. Leonor tenta contar que o traiu mas os beijos de Martim fazem com que se retraia.

 

Madalena queixa-se a Eva que Sebastião não disse mais nada depois de terem discutido e afirma que também não voltará a falar com ele antes que lhe peça desculpa. Eva acha que ela devia conversar com calma com o namorado, mas percebe que não adianta. Madalena está sem saber onde ficar a viver, mas tem apenas a certeza que não voltará para casa dos pais, pois não quer dar razão ao pai, que adivinhou que aquela relação com o escritor não iria longe.

Messias insiste em ir falar com Rute, inconformado com o fim do noivado. João e Idalina repetem que ela o fez cair numa armadilha, para ter um pretexto para se livrar do casamento, pois percebeu que a fonte do dinheiro secou.

Messias ignora os conselhos dos pais e vai a casa de Rute, levando duas flores que arrancou ao ramo que João e Idalina vão levar ao funeral de Xavier. Apesar se repetir que não a traiu e que foi Aurora que o quis seduzir, Rute volta a humilhá-lo e expulsa-o de casa.

Elsa mantém a decisão de não ir ao funeral de Xavier, apesar de Júlia argumentar que ela devia dizer-lhe um último adeus. Elsa não esquece o sofrimento que o pai lhes provocou e recusa despedir-se dele.

Tina fica indignada quando Leonor lhe confirma que Patrícia a entregou a Xavier para que ele a matasse, pois não sabe como é que Kika irá reagir quando vir o nome da mãe nos jornais como cúmplice de um rapto.

Patrícia tenta reconquistar a confiança de Amélia, mas a cunhada desta vez não se deixa enganar pelas juras de inocência dela, recomendando-lhe com ironia que leia a primeira página do jornal. Patrícia segue o conselho e fica furiosa quando lê que a notícia dá conta de que ela é suspeita de ser cúmplice no rapto de uma amiga de infância.

nas redes

pesquisar