SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

147º episódio – 9 de março (segunda-feira)

Leonor faz chantagem com Patrícia!

Christian Gnad

Nuno conta à mesa do pequeno-almoço que Elsa ficou sem o baço mas que parece estar fora de perigo. Tiago revela-se preocupado com a amiga, enquanto Catarina questiona Eva sobre as probabilidades de capturarem Xavier. Eva confirma que confia que a detenção ocorra rapidamente, pois está em campo um grande dispositivo policial e que existe a convicção de que o pescador terá um cúmplice que o está a ajudar. Tiago fica ainda mais preocupado quando Eva confirma, no decorrer da conversa, que Xavier pretendeu matar Leonor.

O cartaz de promoção do mercado, em que Tina e Joni se beijam, provoca um mal estar generalizado. Tina responde mal a Aurora, que a provoca por despeito. Joni exige que façam desaparecer o poster, pois não quer ter problemas com Clara. Adelaide afirma que aquilo é uma pouca vergonha e Cremilde acaba por reconhecer que o fotógrafo se excedeu, mas já não há nada que se possa fazer.

Filipe procura Sara no pomar e pede-lhe que volte para casa, acenando com o jantar de família que Laurinda está a preparar e para o qual a convidou. Sara, trata o marido com cordialidade mas reafirma a necessidade de estar uns dias sozinha, para repensar o casamento. Filipe acaba por regressar a casa, mas sem a mulher.

Rute discute com Idalina, convencida de que foi ela quem influenciou Messias a poupar no casamento. Idalina jura que não sabe de nada mas enfurece ainda mais Rute ao dizer que se Messias abriu finalmente os olhos fica muito contente com isso. Rute promete não desistir dele, mas Idalina faz com que ela fique a pensar, ao dizer que ela só está bem com ele, enquanto tiver dinheiro para gastar.

Patrícia vai ao gabinete de Gonçalo para o provocar, perguntando se recebeu a convocatória para a Assembleia-geral onde o pai pretende afastá-lo da administração da empresa. Gonçalo fita Patrícia com ódio e promete que ainda não desistiu de preservar o que é seu. Ela, por seu lado, reafirma a intenção de o deixar sem nada.

 

Leonor vai ter com Júlia ao hospital e acaba por se encontrar com Carlota. A filha esconde a preocupação que sentiu quando soube que Xavier tentou matá-la e Leonor fica muito triste com a sua aparente indiferença. Júlia desvaloriza a situação e vai juntar-se a Carlota, Tiago e Pedro que avançaram para o quarto onde Elsa está internada. Leonor fica a olhar pensativa para o telemóvel e para a fotografia do beijo entre Patrícia e Frederico.

Na fábrica, Frederico comenta com Patrícia a noite romântica que viveram, transbordando de desejo por encontros futuros. Ela pede-lhe contenção, para não correrem riscos de serem descobertos. Nesse momento, Patrícia recebe uma mensagem no seu telemóvel e fica em pânico, deixando Frederico atónito ao justificar que tem de sair por causa de uma emergência.

Gonçalo chama o inspetor Rui à empresa e pede-lhe para depor contra Patrícia para demonstrar quem ela é na realidade. Perante a estranheza do agente, Gonçalo confessa que matou o pai de Leonor por acidente, mas que foi a mulher a quem teve a ideia de simular o acidente, tal como foi ela que levou um dos filhos de Leonor, que abandonou na igreja.

Patrícia encontra-se com Leonor no hotel e precipita-se para ela, perguntando como é que ela conseguiu a fotografia em que aparece a beijar Frederico. Leonor não se deixa intimidar e responde que ou ela faz tudo o que ela quiser, ou a fotografia vai imediatamente parar à internet. Patrícia fica em grande tensão, perante a ameaça. Leonor impõe as suas condições a Patrícia para não divulgar a fotografia em que ela aparece a beijar Frederico. Exige-lhe que retire as acusações de agressão e de roubo que fez contra ela, acrescentando que terá de convencer Carlota de que não denunciou os avós da filha pelas irregularidades na fundação da família. Patrícia ainda tenta negar o seu envolvimento na denúncia feita contra Frederico e Antónia, para não ter de assumir essa responsabilidade perante Kika mas Leonor não transige e dispara que é melhor assumir a culpa do que a filha saber que ela tem um caso com o avô. Patrícia fica tomada pela raiva contra Leonor a vê-la ir embora.

 

Gonçalo conta a Frederico que matou Alberto, o pai de Leonor e que Patrícia foi sua cúmplice para se livrarem do corpo. O pai exalta-se e diz não acreditar que ela tenha cometido tamanha atrocidade, vincando que ele continua a ser a maior desilusão da sua vida. Gonçalo assegura que se ele e Patrícia não desistirem da ideia de o afastar da administração da fábrica, divulgará a história para os jornais. Frederico desvaloriza, convicto de que ninguém acreditará nele mas fica furioso quando o filho revela que já contou tudo à Polícia Judiciária e que vai assinar o depoimento que prestou.

Cremilde comenta com Adelaide o facto de Bento andar a recolher as apostas do jogo do peixe e diz que vai pedir ao padre Agostinho que lhe dê uns conselhos para ele deixar o jogo ilegal. A sogra critica o peixeiro e finge nada ter a ver com o assunto, ao mesmo tempo que desabafa que quem precisa de conselhos é o padre por querer deixar o sacerdócio. Cremilde estranha a atitude de Adelaide, dada a proximidade que ela tinha com Agostinho.

Henrique faz um escândalo quando vê Madalena e Sebastião entrarem em sua casa para o jantar de família que Laurinda idealizou para o reconciliar com a filha. O armador insurge-se contra a iniciativa da mulher e diz que vai comer fora, recusando-se a aceitar mais uma vez a relação da filha com o escritor. Madalena fica magoada com o pai e Laurinda pede desculpa a Sebastião pela situação constrangedora em que o colocou. Depois de todos saírem, Laurinda senta-se muito desanimada e desgostosa por não ter conseguido os seus intentos.

Messias mostra-se entusiasmado por ir provar o seu fraque para o casamento com Rute, ao contrário de Idalina e João, que continuam sem conseguir aceitar a futura nora. Messias abraça Vitória quando a irmã diz que vai oferecer-lhe o copo-d’água como prenda de casamento.

Rute convence Aurora a seduzir Messias para ter um pretexto para acabar com o noivado. A amiga faz-se esquisita a principio mas acaba por aceitar depois de Rute enfatizar que o noivo é muito dotado e que vai por certo convidá-la para ir em seu lugar no cruzeiro que marcaram para a lua-de-mel.

 

Patrícia começa a manipular Carlota, dando a entender que não terá sido Leonor a denunciar os avós à polícia pelas fraudes na fundação, fazendo recair a culpa em Gonçalo. Ao mesmo tempo, já com Amélia presente, finge-se com pena de Leonor e Elsa por elas terem sido alvejadas por Xavier. Amélia culpa Leonor pelo facto de Elsa ter apanhado com a bala que lhe era destinada, mas só consegue que Carlota se vire contra si, em defesa de Leonor.

Patrícia convence Frederico a oferecer, em nome da Fundação Queiroz, uma recompensa que ajude a capturar Xavier, depois de se mostrar chocada com o facto de ele ter disparado sobre Leonor e Elsa. O sogro acolhe a ideia com entusiasmo mas adota um tom sério para lhe contar que Gonçalo ameaça contar à imprensa que ela o ajudou a livrar-se do corpo de Alberto quando o matou. Patrícia fica enervada mas nega tudo, garantindo a Frederico que não vai deixar que Gonçalo faça mais um escândalo.

Leonor desabafa com Martim, ressentida por Carlota a ter tratado com frieza quando se cruzaram no hospital. Martim faz-lhe ver que só tem a perder se prosseguir na guerra que iniciou contra Patrícia, mas Leonor não tem coragem para lhe contar que está a fazer chantagem com ela.

Patrícia socorre-se de Rute para obter informações que a possam conduzir a Xavier e alicia-a com a recompensa que a Fundação Queiroz está a oferecer a quem der informações sobre ele.

André e Diogo comentam a tentativa que Xavier fez para matar Leonor. André esconde do amigo que se envolveu com Júlia, quando ele diz que ela tem sorte em ter um amigo como ele.


nas redes

pesquisar