SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

145º episódio – 5 de março (sexta-feira)

Xavier tenta matar Leonor, mas acaba por acertar na própria filha!

(c).RuiCarlosMateus.1954

Patrícia fica histérica ao ver as fotografias de Kika ao lado de Leonor dentro do barco e apressa-se a ir ao centro de mergulho exigir que regressem a terra. Frederico tenta em vão acalmar a nora, que faz um escândalo junto de Nuno, ameaçando responsabilizá-lo se algo de mal acontecer à filha. Nuno faz regressar Leonor a terra com Kika e a miúda fica irritada com a mãe, por ela lhe ter interrompido a aula de vela. Patrícia tenta convencer a filha e o sogro de que Leonor é perigosa e mal intencionada, mas ela defende-se e afirma que não é como ela, que até tentou matar Diogo. Patrícia arrasta Kika consigo e Frederico avisa Leonor para que deixe a sua família em paz.

Carlota tenta estudar biologia em casa de Tiago mas fica perturbada com a visita de Gonçalo, que insiste em pedir-lhe desculpas pelo erro de não a ter reconhecido durante anos como sua filha. Carlota fica irritada e garante que jamais o tratará como seu pai. Tiago convence Gonçalo de que é melhor ir embora e, depois de ele sair, abraça a namorada para a confortar.

Daniel esforça-se por conhecer as razões que estão a levar Tina a acabar tudo com ele e arrisca que ela deve ter tido um caso com Joni durante a sessão fotográfica que fizeram no mercado. Ela fica nervosa mas nega. Daniel decide ir apanhar ar, agastado com a situação, enquanto Vitória apoia Tina, sem dúvidas de que ela está a tomar a decisão certa.

Joni aperta o cerco a Nuno, forçando-o a confessar que tem um caso com Eva. O amigo pede-lhe segredo e o peixeiro assegura que é um túmulo. Eva, por seu lado, confessa a Catarina que se deixou encantar por Nuno e também pede sigilo até ver se a relação tem pernas para andar. Clara, que foi passar a noite com Joni na casa partilhada, arranca sorrisos, ao desculpar-se a Eva por a ter tratado como namorada de Nuno quando foram ao seu stand para escolherem um automóvel novo.

Carlota fica aborrecida por ter de escutar os conselhos e sermões de Amélia, depois de a mãe adotiva lhe dar conta das preocupações de diretora de turma por causa do seu baixo rendimento. Carlota conta que Gonçalo a visitou para se desculpar e que essas situações a desconcentram, pois nem se quer deseja vê-lo. Amélia fica angustiada.

Por outro lado, Patrícia manipula Kika, de maneira a convencê-la a nunca mais ficar perto de Leonor. Antónia, cuja confiança em Patrícia se mantém inabalável, também acrescenta que ela tem razão nas desconfianças que expressa contra Leonor.

Leonor conta ao mestre João que mais uma vez teve de confrontar Patrícia, agora por ter começado a dar à filha dela a aula de vela. João acha que ela deveria ter evitado aquele conflito, mas Leonor confessa que sentiu algum prazer por Patrícia ter provado do próprio veneno, sentindo o perigo de perder alguém que ama. Apesar do desejo de vingança, Leonor revela que está disposta a esquecer Patrícia, embora reafirme que vai apresentar queixa na Polícia contra ela, acusando-a de ter tentado matar Diogo quando lhe trocou a insulina por um calmante. A par deste seu novo passo, Leonor conta ao seu velho amigo que Gonçalo está de tal forma diferente, que retirou a queixa que tinha feito contra ela e se desculpou por ter pensado em pedir a guarda de Carlota. João reafirma que ela não deve confiar demasiado naquela mudança tão repentina. Leonor assegura que vai manter os olhos bem abertos.

Rute provoca Sílvia com mais uma alusão ao facto de ela não poder estar com Diogo, deixando espaço livre a Maria Rita para que lhe roube o namorado. Leonor bate-lhes à porta e pede a Rute que testemunhe que Patrícia trocou o medicamento de Diogo e que quase lhe provocou a morte. Rute recusa-se a colocar o seu emprego em risco e diz claramente que não quer ter problemas com a chefe. Leonor e Sílvia ficam desiludidas.

Sebastião mima Madalena e incentiva-a a aceitar o convite que a mãe lhe fez para irem jantar lá em casa. Ao receber a chamada da filha, Laurinda fica radiante e assegura que vai convencer Henrique a aceitar a sua ideia para ter a família reunida. Mateus escuta a conversa e previne a mãe de que não será fácil convencer o pai a aceitar pacificamente estar à mesa com Madalena e o velho namorado. Laurinda mostra-se mais preocupada com o facto de Filipe estar separado de Sara.

Bento espera que Laurinda o deixe a sós com Mateus para lhe dizer que têm de falhar os resultados nos próximos prognósticos do jogo do peixe, pois a pessoa que controla o jogo está desconfiada de que estão a fazer batota. Mateus não gosta de saber que vai ter pagar para os outros mas aceita a sugestão do tio. Depois de ficar sozinho, Bento põe a cadeira de rodas de parte quando está a estudar a melhor forma de esconder os novos boletins de apostas que mandou fazer para cativar mais apostadores. Depois de prender a pasta à cadeira, volta a sentar-se, continuando a fingir-se doente.

 

Elsa insiste com Júlia para que a deixe ir de novo à escola, argumentando que se já foi confirmado que o pai embarcou para a Irlanda, já não há motivo para terem medo. A mãe acaba por ceder mas ainda apavorada com a possibilidade de que Xavier apareça. Elsa vai deitar-se e André aproveita para beijar Júlia que fica muito constrangida e reafirma que não é certo que ceda à tentação de namorar com ele, sendo amiga de Leonor.

Leonor insiste em fazer queixa de Patrícia mas Diogo, apesar de ter sido vítima, prefere esquecer o incidente, o que não acontece.

Frederico oferece um cheque a Samuel para que deixe de procurar Antónia, ameaçando destruir-lhe a vida e a carreira se o escultor não aceitar.

Patrícia entra em confronto com Gonçalo quando lhe vai levar documentos que carecem da sua assinatura e ele exige jantar com Kika fora dos períodos que o tribunal decretou para ele estar com a filha.

Depois de Patrícia sair do gabinete de Gonçalo, Rute vai ao seu encontro e conta que Leonor a procurou para que atestasse que foi ela quem trocou o medicamento a Diogo. Patrícia finge-se inocente, mas Rute não desarma e consegue que a patroa pague bem pelo seu silêncio.

Júlia vê com preocupação que Elsa vá para o mar com Leonor, acompanhá-la numa visita guiada pelo rio Sado, temendo que Xavier apareça e faça mal à filha. Nuno tranquiliza Júlia, apelando à experiencia de Leonor.

Diogo regressa ao trabalho e é acarinhado por André. Maria Rita reafirma a intenção de o levar a tomar contacto com a Associação Nacional dos Diabéticos, com o intuito de o fazer conviver melhor com a doença. Entretanto, André recebe uma chamada do detetive que contratou e o homem assegura que afinal, Xavier não embarcou para a Irlanda e continua a ser uma ameaça para a mulher e a filha.

 

Na marina, Leonor e Elsa ultimam os preparativos para saírem para o mar, quando são surpreendidas por Xavier, que empunha uma pistola, apontando-a contra Leonor.

Ao ver o pai apontar a pistola à instrutora de mergulho, Elsa salta sobre ela e apanha com a bala que lhe era destinada. Xavier fica em choque por ter baleado a filha e Júlia, que aparece na marina no momento fatal, corre desesperada para socorrer Elsa, que sangra abundantemente no chão. Xavier foge do local e ainda esbarra com Martim, que prefere não o perseguir, pois deteta sangue na camisa de Leonor e vai em seu auxílio por pensar que ela está ferida. Martim grita para que alguém peça uma ambulância e chame a polícia.

Xavier entra no carro onde Lucas o espera e manda-o arrancar ao mesmo tempo que confessa ter baleado a filha com o tiro que disparou sobre Leonor. O amigo fica muito enervado e acelera o mais que pode.

Frederico anuncia a Gonçalo, na presença de Patrícia, que vai convocar uma Assembleia-geral da empresa para o afastar da administração, tencionando atribuir o seu lugar à mulher. Gonçalo indigna-se e contesta a decisão, mas em vão. Depois de ele sair, Frederico cobra o que fez em defesa de Patrícia e beija-a, confessando que ela o põe louco e que marcou hotel para ficarem depois de jantar. A nora tenta esquivar-se, mas é obrigada a aceitar o convite.

Júlia aguarda muito desesperada por notícias sobre o estado de saúde de Elsa, que está no bloco operatório. André aparece para a apoiar e envolve-a num abraço reconfortante, enquanto a escuta jurar que se a filha não resistir matará Xavier e de matará de seguida.

Leonor presta o seu depoimento à polícia, relatando que Xavier pretendeu atingi-la e que acabou por ser salva por Elsa, que apanhou a bala que lhe era destinada. A agente Castro lamenta que ainda não tenha sido possível apanhar o pescador. Martim, abraça Leonor e confessa que a ama e o medo que teve de a perder.

Diogo junta-se a Leonor e abraça a irmã, sem conseguir esconder que ficou em pânico ao ver nas notícias que Xavier a tentou matar. Leonor convence-o a sair de casa e regressar ao hotel, convicta de que o pescador pode tentar fazer-lhe mal. Diogo aceita o conselho e conta que Maria Rita está à sua espera e que o pode ajudar a ir buscar as suas coisas. Leonor segue para o hospital para apoiar Júlia.

Nuno fica perturbado com o assédio dos jornalistas e é ajudado por Eva a livrar-se deles. A namorada fica melindrada quando ele coloca em causa o trabalho da polícia. Ao perceber que esteve mal, Nuno beija Eva e pede desculpa.

nas redes

pesquisar