SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

O Peixe da Semana - Cherne

Polyprion americanus  (Bloch e Schneider, 1801)

______________________________________________________________________________________________

Comprimento máximo: 210 cm

Distribuição geográfica: oceano Atlântico oriental, desde a Noruega até ao Golfo da Guiné, mar Mediterrâneo e mar Negro 

______________________________________________________________________________________________

Vivem sobre fundos rochosos ou arenosos entre 40 e 450 metros de profundidade. No entanto, podem também encontrar-se próximo da superfície. Os adultos são solitários enquanto os jovens podem formar cardumes.

São predadores possantes, vorazes, que definem territórios de caça onde geralmente existe uma falha ou gruta na qual se escondem.

Reproduzem-se durante o verão e o outono e os adultos podem chegar a atingir 70 Kg de peso.

É uma espécie muito pouco abundante, não se conhecendo exatamente qual a tendência das populações existentes. Sabe-se no entanto que sofre os efeitos da pesca comercial, sobretudo através da pesca com anzol. É por isso considerada uma espécie ameaçada, com o estatuto de conservação de “Indeterminado”, o que significa que se sabe pertencer às categorias “Em Perigo”, “Vulnerável” ou “Raro”, mas cuja informação existente é insuficiente para decidir em que categoria deve ser incluída. São necessários estudos da sua biologia populacional que permitam determinar medidas de conservação convenientes.



* Esta rubrica é uma parceria com o Aquário Vasco da Gama 

nas redes

pesquisar