SIC

Perfil

Veja aqui o último episódio

Mar Salgado

A esperança nunca morre

Uma mentira no passado.

Duas crianças levadas à força.

A busca e o reencontro entre uma mãe e os filhos.

SINOPSE

Leonor tem dezasseis anos quando engravida de gémeos de Gonçalo, um homem mais velho do que ela. Para evitar um escândalo e arruinar a sua carreira, Gonçalo finge que os bebés morreram no parto e entrega-os a outras famílias. Passados 16 anos, Leonor descobre que as crianças estão vivas e regressa à terra natal para procurar os filhos.

No verão de 1998, Leonor Trigo de 16 anos, apaixona-se por Gonçalo Queiroz, de 24 anos, um piloto de motos famoso, prestes a participar no campeonato do mundo de motociclismo. Os dois envolvem-se e ela engravida. Como percebe que Gonçalo nunca aceitará ser pai, esconde a gravidez de todos. Quando Leonor está de nove meses, o seu pai, Alberto Trigo, descobre o que se passa e exige que Gonçalo assuma as suas responsabilidades, ameaçando fazer queixa na polícia, porque Leonor é menor. Gonçalo entra em pânico, com medo de um processo judicial e com a certeza de que um escândalo destes vai afastar os patrocinadores e causar-lhe problemas graves na família, que é muito conservadora. Recorre a um amigo médico e alicia Patrícia Santos, a melhor amiga de Leonor, para o ajudar. O plano é dizerem a Leonor que o bebé morreu no parto e fazerem desaparecer a criança. Patrícia vê neste esquema o seu passaporte para uma vida melhor e aceita ajudá-lo.

O parto é feito numa clínica, com o apoio da mulher do médico, Alice Amorim, que é enfermeira. Leonor está inconsciente enquanto o parto é feito e para surpresa de todos, nascem dois bebés saudáveis, que Leonor nunca chega a ver. Quando acorda, não lhe dizem que eram gémeos e garantem que o bebé nasceu morto e que não havia nada a fazer. Um dos bebés (a rapariga) é entregue à irmã de Gonçalo – Amélia - que não podia ter filhos e estava a ponderar com o marido adoptar uma criança. A outra criança, o rapaz, é deixado por Patrícia numa igreja.

Quando Alberto sabe que o seu neto morreu, perde a cabeça e ameaça Gonçalo, garantindo que vai apresentar queixa à polícia. Alberto nunca chega à esquadra porque, no calor da discussão, Gonçalo acaba por o matar acidentalmente. Na manhã seguinte, descobre-se que o barco de Alberto explodiu e que ele está morto. Leonor e Diogo ficam sozinhos na vida e vão viver para com uma tia, que está disposta a acolhê-los.

Dezasseis anos depois, Leonor Trigo (32) tirou o curso de Biologia Marinha e é instrutora de mergulho nos Emirados Árabes e Diogo Trigo (21) terminou o curso em engenharia informática e trabalha como informático no Burj Khalifa. Mudaram-se para o Dubai quando Leonor foi convidada para trabalhar num centro de mergulho e integraram-se rapidamente nesta cidade cosmopolita, luxuosa e futurista. É na cidade dos sonhos que se sentem em casa e não lhes passa pela cabeça voltarem a Portugal.

Todavia, ao longo deste tempo, e apesar de ter feito tudo para ultrapassar a dor, Leonor não conseguiu esquecer a noite do parto e é um choque quando Alice, a enfermeira, lhe aparece à frente. Alice veio à procura de Leonor, porque o marido, o médico que fez o parto, morreu. Alice nunca se conformou com o que tinham feito dezasseis anos antes, mas nunca teve coragem de denunciar o marido, pondo em risco a carreira dele e a sua. Quando conta a verdade a Leonor, todas as certezas que esta tinha são abaladas ao saber que deu à luz duas crianças saudáveis e que o mais provável é estarem vivas. Leonor não hesita e decide de imediato voltar a Portugal para procurar os filhos e vingar-se de quem lhe mentiu.

Patrícia Santos (34) entretanto casou com Gonçalo Queiroz (39) e já têm uma filha, “Kika” Queiroz (14). Patrícia usou o que sabia sobre a morte de Alberto, para chantageá-lo e obrigá-lo a casar-se com ela. Gonçalo e Patrícia ficam em pânico quando percebem que Leonor voltou e sabe a verdade. Gonçalo tem muito a perder com as revelações que ela pode fazer e tenta silenciá-la por todos os meios possíveis. Também Patrícia vai fazer o que pode para que Leonor não estrague a sua vida, evitando que a amiga descubra que foi ela uma das responsáveis pelo desaparecimento dos bebés.

Quando chega a Portugal, Leonor também reencontra André Queiroz (34). Ela foi a primeira grande paixão de André e apesar de nunca terem tido uma relação, ele nunca a esqueceu verdadeiramente. Leonor aproxima-se dele para saber informações sobre os filhos, pois acha que André está a par de toda a verdade. Pretende apenas usá-lo, mas os dois acabam por se apaixonar e viver uma história de amor.

A história inicia-se no Dubai, uma cidade tão vibrante e grandiosa que funciona como componente aspiracional para o público português, e segue depois para a paisagem privilegiada do estuário do Sado. Mar Salgado é um espelho da realidade portuguesa, com dramas e conflitos contemporâneos entrecruzados com a luta de uma mulher que vem atrás dos seus filhos, histórias de amor e muita comédia à mistura.

Organizar por canal

nas redes

pesquisar